Um átomo de cada vez

Quantos anjos podem dançar na cabeça de um alfinete? O que acontece com a alma das criancinhas que morrem antes de ser batizadas (e que são 80% de todas as almas, de levarmos a sério o papo de que cada óvulo fertilizado é uma pessoa)? Como explicar metafisicamente que uma coisa que tem cara de biscoito, gosto de biscoito, composição química de biscoito é, na verdade, carne humana?

Passo. A questão mais interessante de todas é: quanta força é necessária paramover um único átomo? A resposta está na edição desta semana da revista Science, e é descrita no jornal The New York Times.

A resposta parece depender do substrato onde o átomo está, mas é, no mínimo, de 4,45 x 10^-8 newton ou a força necessária pra erguer uma massa de 4,45 x 10^-9 kg (4,5 MICROgramas –corrigido: eu tinha escrito “pico”) no campo gravitacional terrestre.

(Físicos e engenheiros, corrijam-me se eu estiver errado: sou apenas moderadamente competente nessas coisas)

Não só o experimento que determinou esse dado é de uma beleza ímpar, não só o resultado tem uma importância enorme no campo da nanotecnologia, como o conceito é vertiginoso: seres humanos conseguiram deslocar um único átomo, uma entidade cuja simples existência foi polêmica por milênios.

E ainda há quem prefira contemplar a imagem da Virgem ou o Óleo Sagrado das Oliveiras de Judá ou whatever.

Fazer o quê?

Discussão - 5 comentários

  1. Daniel disse:

    A resposta parece depender do substrato onde o átomo está, mas é, no mínimo, de 4,45 x 10^-8 newton ou a força necessária pra erguer 4,45 x 10^-9 kg (4,5 picogramas) a uma altitude de um metro no campo gravitacional terrestre.“Não entendo profundamente do assunto, mas essa frase é estranha, se a palavra “força” for entendida no seu sentido técnico.Se temos um corpo de massa m em repouso no campo gravitacional terrestre então para conseguirmos mover esse corpo para cima precisamos aplicar nele uma força F superior a m*g (g = aceleração da gravidade); o corpo continua se movendo para cima com uma aceleração (F/m – g) enquanto estivermos aplicando no mesmo a força F. Se paramos de aplicar a força F o corpo começa a subir cada vez mais devagar até que para e começa a cair.Assim, não faz muito sentido falar em “a força necessária para erguer certo corpo a uma certa altitude”, se a palavra “força” é entendida no seu sentido técnico. Podemos falar no trabalho necessário para se erguer um certo corpo a uma certa altitude (se aplicamos uma força F num corpo que se move ao longo de uma distância d então o trabalho realizado por essa força F é o produto da componente de F na direção do movimento do corpo pela distância percorrida d).

  2. Daniel disse:

    Ah sim, a frase correta seria “4,45 x 10^-8 newton é a força necessária para se erguer um corpo de massa 4,45 x 10^-9 kg no campo gravitacional terrestre”, sem mencionar uma altitude específica.Mas nada disso que eu falei tem muito a ver com a notícia. Estou apenas corrigindo a confusão que normalmente se faz entre o significado técnico da palavra “força” (que aparece na Mecânica Newtoniana e que corresponde a uma grandeza que se mede na unidade “newtons”) e o significado coloquial.

  3. Moc disse:

    Obrigado, Daniel!Já tô mexendo lá…

  4. Daniel disse:

    4,45 x 10^-9 kg (4,5 picogramas)Me dei conta de outra coisa… 4,45 x 10^-9 kg são 4,45 x 10^-6 gramas ou 4,45 microgramas… 1 picograma é igual a 10^-12 gramas.Uma das duas informações está errada (eu chutaria que o erro está em 4,45 x 10^-9 kg… 4,5 picogramas parece mais razoável).

  5. Daniel disse:

    Talvez a informação correta seja 4,45 x 10^-9 mg (4,45 x 10^-9 miligramas) em vez de 4,45 x 10^-9 kg… isso seria realmente o mesmo que 4,45 picogramas.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM