Imperialismo epistemológico

Ouvi a expressão do título desta postagem anos atrás, durante um debate sobre o valor da homeopatia. Ela estava, não surpreendentemente, na boca do homeopata, que argumentava que sua prática fracassava nos testes científicos simplesmente porque não era certo tentra impor os padrões da medicina “tradicional” à técnica “alternativa”.
A idéia de que podem existir diferentes epistemologias — isso é grego para “como separar crenças falsas de crenças verdadeiras e justificadas” — é comum. Intuições epistêmicas, isto é, o conjunto de instintos que leva as pessoas a classificar algumas crenças como “conhecimento” e outras como “palpite”, de fato variam entre culturas, e até de pessoa para pessoa.
O fato óbvio, no entanto, é que se duas pessoas (ou culturas, ou povos) têm opiniões opostas quanto à natureza epistêmica de uma mesma afirmação — mesmo depois de controladas variáveis como sutilezas semânticas, flexibilidade interpretativa, contexto — então pelo menos uma das duas está errada.
Como já bem notou o filósofo Paul Boghossian, toda alegação de conhecimento, não importa se seja feita por um astrofísico de Cambridge, pelo papa ou pelo grande xamã doz zulus (os zulus têm xamãs?), parte de três “elementos primitivos” comuns a toda a humanidade: observação, dedução, indução.
Mesmo um mulá que acredita que o Alcorão é a fonte suprema da Verdade se vale de observação (para ver o que está escrito) indução (para poder afirmar que a mesma sura não vai afirmar uma coisa diferente daqui a meia-hora) e dedução (para aplicar os princípios do livro de forma coerente ao mundo real).
Assim, a “epistemologia imperialista” do método científico é a mesma epistemologia primitiva comum a todo exemplar do animal humano, só que aplicada, sem restrições e de forma aberta, ao conjunto geral dos fenômenos do universo, e não a um único livro, às entranhas de um pássaro ou às “provas” de Hahnemann, o santo-padroeiro dos homeopatas.

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM