Religião não só não faz de você uma pessoa melhor, como ainda engorda

Estudos científicos que buscam correlação entre devoção ou práticas religiosas e fenômenos no mundo real são especialmente espinhosos, não só porque os vieses pessoais dos pesquisadores envolvidos muitas vezes transbordam para a prática científica, mas também, e principalmente, porque sempre acabam analisados num padrão de dois pesos e duas medidas.
Assim: se comprovam algum efeito positivo são prova de que ser religioso vale a pena, se encontram efeito negativo ou nenhum efeito, quem esses cientistas pensam que são para pôr deus num tubo de ensaio?
(Não foi Stálin que inventou o duplipensar. Ele está entre nós pelo menos desde o primeiro concílio de Niceia)
Minha veia cômica, no entanto, não permite que eu deixe passar em branco dois trabalhos divulgados ontem. O primeiro, descrito nesta reportagem de Herton Escobar, constata, pela n-ésima vez, que moralidade e religiosidade são coisas diferentes.
O argumento filosófico que estabelece a independência entre senso ético e fé é tão antigo quanto a própria filosofia — “Você faz as coisas certas porque elas são certas ou porque seu deus quer? No primeiro caso, você não precisa de deus pra lhe dizer o que é certo; no segundo, você não é um agente moral, mas um escravo” — mas uma constatação empírica sempre ajuda.
A melhor, no entanto, é esta aqui, divulgada pela agência Reuters: ser religioso não só não traz benefícios para a saúde cardíaca, como estatísticas mostram que pessoas altamente religiosas têm mais chances de ser obesas. Imagens de matronas em vestido estampado na missa ou no culto logo vêm à mente? Pois é.
Ponto positivo para os crentes: gente religiosa fuma menos.
Especialistas ouvidos pela Reuters apontaram alguns problemas no estudo, como o tamanho e a composição da população estudada,então ficamos aguardando ansiosamente pelo follow-up.

Discussão - 3 comentários

  1. alexsandro disse:

    fato muito interessante,mas meio inesperado,crente anda uns 1000 km para ir rezar,devia ser magro,e essa de por deus no tubo de ensaio por mim é a melhor opçao de acabar com brigas entre ateus e crentes,pois uma hora vira a resposta certa,se existe ou nao.

  2. Débora disse:

    Acho que ninguém deve ficar perdendo tempo tentando comprovar a existência ou não de Deus ou uma força superior que move todas as coisas.
    Liberdade de expressão (assunto de outro post desse bolg) é isso: ter direito de acreditar ou não em algo.
    Não condeno quem não acredita em Deus. Também não acho que ser religioso transforme uma pessoa em um santo. Mas acredito que cada um tem direito de seguir a crença que quiser, principalmente se isso lhe faz bem, assim como qualquer um tem direito de não acreditar em nada.
    As guerras religiosas só acabariam assim, se todos, religiosos e ateus, soubessem respeitar a escolha de cada um.
    E outra coisa: é uma tremenda ignorância das pessoas que se acham intelectuais demais para acreditar em Deus, achar que quem acredita é menos capacitado ou burro.
    Infelizmente muitos dos posts sobre religião passam essa impressão e isso é lamentável! Existem muito cientistas que crêem na existência de Deus, e não são menos capacitados por isso.

  3. Tene Cheba. disse:

    Aos buscar por outros planetas, exoplanetas mais exatamente, cientistas querem captar mundos habitáveis.
    Infelizmente, o que encontraram até agora, foram absurdos gasosos ou rochosos, que nem Deus tentaria torná-lo habitável ou mesmo habitado. Trabalhão, com um sábado para cada milhão de anos.
    Mas Deus não perde tempo, acho eu, tão eficiente, forrou a Terra de seres, racionais e irracionais, crentes e descrentes, amantes do absurdo, ou do plausível.
    A ansiedade não está na fé, o ateu não existe, todos de alguma forma, acreditamos no improvável. O crente em Deus, o astrofísico e correlatos, em planetas habitados, o cético depende do horóspoco, ora Deus, ora extraterrenos.
    Sim, todos somos crentes, todos engordamos com as nossas ansiedades, a pequena diferença, reside no fato de que alguns malham demais, e se disfarçam melhor.
    O ateu esbelto, desconheço.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM