Viradouro e o Holocausto


A idéia de pôr na avenida um carro algórico sobre o Holocausto dos judeus pelos nazistas é de uma insensibilidade e de um mau-gosto hediondos.

Mas, pior ainda, é a idéia de proibir essa exibição por via judicial.

Explico: trata-se, ao fim e ao cabo, da censura de uma obra de arte. Trata-se de usar o poder do Estado para impor a sensibilidade e o conceito de bom-gosto de uma parte da população a outra.

Existem muitas outras formas de condenar uma obra de arte — pode-se atacá-la, criticá-la, ignorá-la, expô-la pelo que de fato é (ou pelo que o crítico acredita que de fato seja).

Mas, proibi-la?

Quem procurou o Judiciário para embargar o carro alegórico parece ter se esquecido de que a liberdade de expressão tem um preço, que é a tolerância com a pornografia, o ofensivo e o de mau-gosto, ou concluiu que não está disposto a pagá-lo.

Seja o que for, é um caso clássico de plantar vento na esperança de que não se venha a colher tempestades no futuro.

A ver veremos.

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM