‘Mystery Mongers’

Como todo escritor de romance policial (e telenovela!) sabe, melhor que solucionar um mistério é esticá-lo. Como estratégia em narrativas de ficção, a manobra é perfeitamente válida, mas quando vira truque jornalístico, a coisa acaba se transformando em algo tipo A Montanha dos Sete Abutres.
Veja, por exemplo, a cobertura do caso da “casa que jorra sangue”, localizada num bairro com o improvável nome de Jardim Bizarro, em Jundiaí (SP).
Em vez de aguardar o laudo pericial da polícia, ou de conduzir uma investigação própria, foram correndo ouvir o Padre Quevedo. Que, claro, veio com as pataquadas de sempre sobre “telergia” – embora também tenha oferecido uma explicação alternativa que, sendo um pouco mais plausível, foi devidamente jogada, pelo jornalista, para o rodapé da história.
Resumindo: houve um tempo em que jornalistas buscavam descobrir, e retratar, a verdade. Hoje, parecem se satisfazer em fazer onda pra vender jornal.

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM