A Doooor, a doooor. LHC no Jornal Nacional. Uhgh…

Mifaisufav√ī de dizer quem foi a anta que escreveu essa mat√©ria do JN sobre o LHC ontem? Grato.

– Recriar Big Bang. Confere.
– Big Bang = Explos√£o. Confere.
– Buraco Negro destruidor do mundo. Confere.
РPartícula de Deus. Confere.
РFunção errada do Bóson de Higgs. Confere.
– Clich√™s √†s dezenas (“entender nossas origens”). Confere. Confere. Confere

#aigisuis

P.S. S√≥ fiquei sabendo dessa mat√©ria por causa de um coment√°rio do Joey no blog do Takata. A CULPA √Č SUA!

Mais Vídeos após o pulo.

Continue lendo…

Aigisuis… Al Gore √ľber fail

People think about geothermal energy, when they think about it at all, in terms of the hot water bubbling up in some places. But two kilometers or so down, in most places, there are these incredibly hot rocks — ’cause the interior of the earth is extremely hot, several million degrees, and the crust of the earth is hot. And if you go down far enough, you can get so much heat, it can be used to generate steam and make electricity. And they say that here in the United States, we have a 35,000-year supply of energy just from geothermal. And they’ve now figured out how to do the drilling with the new drill bits that don’t melt in that heat, in order to get access to that source of electricity.

“…porque o interior da Terra √© extremamente quente, muitos milh√Ķes de graus…”

Essa doeu.

Via @Cardoso

Midiotices: Oh noes! O Terra ataca novamente!

Sintam o drama da matéria do Terra sobre o satélite Kepler:

A viagem intergal√°ctica tem previs√£o de 3,5 anos at√© a chegada √† regi√£o onde ficam as constela√ß√Ķes de Cygnus (Cisne) e Lyra (Lira), que abriga 100 mil estrelas similares ao Sol. No local, a sonda determinar√° a exist√™ncia dos exoplanetas atrav√©s das mudan√ßas de luz que suas estrelas refletem quando passarem entre elas e o observat√≥rio. Uma vez detectado um deles, seu estudo poder√° ser cont√≠nuo pelos telesc√≥pios Hubble e Spitzer.

N√£o acredita? Screenshot neles (clique que ela cresce).

Essa MERECEU um WTF em Comic Sans. Juro.

Falar mal da parte de ci√™ncias do Terra j√° est√° virando rotina… Quem escreveu isso??? S√©rio, que bom que o Terra esconde o nome do redator da mat√©ria. Se dependesse de mim, essa pessoa n√£o encontrava emprego nem como atendente da C&A, menos ainda como Jornalista de ci√™ncia.

Principalmente quando a PRIMEIRA pergunta no FAQ sobre a miss√£o Kepler, no site da NASA, traz:

How long will it take Kepler to get to its target stars in Cygnus?

The Kepler spacecraft is not traveling to the stars in Cygnus. It will orbit our own Sun, trailing behind Earth in its orbit, and stay pointed at Cygnus starfield for 3.5 years to watch for drops in brightness that happen when an orbiting planet crosses (transits) in front of the star. Cygnus was chosen because it has a very rich starfield and is in an area of sky where the Sun will not get in the way of the spacecraft’s view for its entire orbit.

Quase esqueci de traduzir:

Quanto tempo a Kepler vai demorar para chegar até as estrelas da constelação de Cisne?

A nave Kepler não está viajando para as estrelas em Cisne. Ela orbitará nosso próprio Sol, logo atrás da Terra em sua órbita, e ficará apontada para as estrelas de Cisne por 3,5 anos para observar quedas na luminosidade que acontecem quando um planeta cruza (transita) na frente de uma estrela.  A constelação de Cisne foi escolhida por que é muito rica em estrelas e está numa área do céu em que o Sol não atrapalhará a visão da nave em toda sua órbita.

Midiotices: Einstein est√° errado?

Fico bastante impressionado como mês sim mês não Einstein está errado. Pelo menos segundo boa parte das revistas de divulgação científica, ou pseudocientífica, mais pop. Parece até Fetiche de editor, como disse a Paula, na lista interna do Lablogs.

Ora, Einstein era realmente fenomenal, mas achar que estar errado é algo improvável para ele  e que um erro é digno de manchete é uma incrível tolice. Não é fruto senão do endeusamento da figura de Einstein que, sabe-se lá qual o motivo, o mostra como o maior de todos os Físicos (do que eu pessoalmente discordo).

N√£o s√≥ Einstein, como qualquer outro ser humano, pode errar, como errou in√ļmeras vezes. Inclusive admitiu¬† claramente v√°rios deles, incluindo seu “maior erro” sobre a constante cosmol√≥gica.

Ainda, a Teoria da Relatividade, seja Geral ou Restrita, n√£o parou nos artigos de Einstein. Grandes f√≠sicos passaram o √ļltimo s√©culo a desenvolv√™-la. Aprimoraram dedu√ß√Ķes, refinaram previs√Ķes, tudo para ter uma teoria que melhor correspondesse √† natureza. Dizer que a Relatividade est√° errada atrav√©s da manchete “Einstein est√°/estava Errado” √© absolutamente injusto com os F√≠sicos que empregaram tanto tempo de suas vidas cient√≠ficas nela.

Ser√°, ent√£o, que a manchete “A Relatividade est√° Errada?” seria mas adequada? Talvez sim, mas ainda assim expressa algo tremendamente √≥bvio.

O conjunto de dados que podemos obter da natureza √© finito. H√° sempre um dado esperando l√° fundo para ser descoberto e causar o suic√≠dio de meia duzia de f√≠sicos. Toda teoria est√° fadada ao fracasso. Sim, a Relatividade est√° errada, e isso n√£o √© nenhuma novidade! Seja em alguns pontos que j√° se descobriu e em in√ļmeros outros que ainda n√£o foram descobertos.

Talvez os editores que utilizam esse tipo de manchete ainda tenham em mente aquela imagem de Ciência em que uma teoria deve ser imediatamente jogada fora ao primeiro sinal de um dado que a contradiga. Assim eles devem achar fenomenal que estejam noticiando uma falha na Relatividade. Estão noticiando uma Revolução Científica! Pior, eles devem pensar que estão causando a Revolução só por estarem noticiando essas falhas.

Que engano. Nunca uma teoria cient√≠fica bem estabelecida foi abandonada por meia d√ļzia de evid√™ncias contr√°rias. Ali√°s, √†s vezes nem por um conjunto grande de evid√™ncias contr√°rias. S√≥ porque se descobre um ponto em que a teoria √© falha, os outros pontos em que ela funcionava n√£o param magicamente de funcionar! A teoria continua, e muito, √ļtil. Apenas quando existirem evid√™ncias contr√°rias em quantidade que praticamente emperra as pesquisas e quando houver uma substituta √† altura, √© que a Relatividade de Einstein ser√° substitu√≠da, e n√£o quando as revistas de Divulga√ß√£o alardarem uma Revolu√ß√£o preemptiva.

Midiotices: Ah, o Schadenfreude…

H√° tr√™s semanas, foi noticiado um fen√īmeno estranho na cidade de Jundia√≠, S√£o Paulo. Sangue teria vertido do ch√£o de uma resid√™ncia. Assutados, os moradores chamaram o padre local que recomendou que chamassem a pol√≠cia.

Em meio à confusão, não tardou para que certa especialista fizesse sua avaliação:

De acordo com a professora F√°tima, √© prov√°vel que o sangue seja uma esp√©cie de express√£o inconsciente de problemas emocionais vividos pela fam√≠lia. “√Č o que chamamos de psicocinesia recorrente espont√Ęnea, popularmente conhecida como fen√īmenos Poltergeist.” Em alem√£o, diz a especialista, a express√£o significa “esp√≠rito brincalh√£o”.

Grifo meu. Mas tardou menos ainda para que essa senhora quebrasse a cara:

Campinas – A Pol√≠cia Civil de Jundia√≠ (a 60 quil√īmetros de S√£o Paulo) concluiu hoje as investiga√ß√Ķes sobre manchas de sangue humano surgidas no ch√£o de uma casa no Jardim Bizzaro, nos dias 15 e 16 de junho. O casal de moradores pensou que o sangue havia sa√≠do do piso da resid√™ncia. Mas o delegado Marco Antonio Ferreira Lopes informou que um exame mostrou que o sangue era da dona da casa, de 71 anos, que sofreu uma hemorragia provocada por varizes.

“A mulher n√£o tentou enganar ningu√©m. A pol√≠cia foi acionada por orienta√ß√£o de um padre, amigo do casal, que foi chamado quando eles viram o sangue no ch√£o da casa. O sangue se espalhou porque a mulher saiu de toalha do banho e havia respingos no banheiro, corredor e cozinha.”

Grifo meu. Por isso que é sempre bom cogitar primeiro a explicação mais simples, a chance de você quebrar a cara e passar vergonha é menor. Pena que os adeptos das MUCHA LOKICES nunca se lembrem dessa lição importante.

Midiotices: N√£o… S√≥ pode ser um compl√ī!

Por que todo completo idiota resolveu se manifestar nesta semana? Influ√™ncia dos astros? Achei isso na comunidade “F√≠sica” l√° no Yogurt:

A Revista Veja desta semana estampa na capa uma mat√©ria especial sobre o BIG-BANG e coloca que “a ci√™ncia est√° pr√≥xima de desvender a origem do universo”. Mas por que a burguesia se esfor√ßa tanto para nos fazer crer nesse tal Big Bang?

Luiz Bicalho

A “teoria” do big-bang foi formulada originalmente pelo padre e cosm√≥logo belga Georges Lema√ģtre em 1927. Era uma tentativa de conciliar a explica√ß√£o b√≠blica da origem do universo – “e Deus disse: fa√ßa-se a luz” – com uma explica√ß√£o cient√≠fica. Ela foi retomada por diversos f√≠sicos a partir da descoberta feita por Huble (1929) de que o universo estava em expans√£o.

A teoria permitia predizer a totalidade da mat√©ria em rela√ß√£o √† taxa de expans√£o geral do universo, √† taxa de expans√£o de cada gal√°xia e tamb√©m previa uma radia√ß√£o resultante da explos√£o, a chamada “radia√ß√£o de fundo”. Esta radia√ß√£o foi descoberta em 1965.

Mas existiam problemas na teoria e eles foram se agravando. Para se manter as gal√°xias “resultantes” da explos√£o, deveria existir em cada gal√°xia mais mat√©ria do que se observava. Ent√£o, postulou-se a exist√™ncia de uma “mat√©ria escura” que serviria para aumentar a gravidade dentro de cada gal√°xia e impedir que ela tivesse se dispersado. No in√≠cio esta previs√£o era de que 5% da mat√©ria do universo fosse de “mat√©ria escura”.

O problema √© que as medi√ß√Ķes se tornaram mais precisas e cada vez mais se necessitava de mais mat√©ria escura para preencher o vazio das gal√°xias. E a√≠, em 1998, ocorre uma outra descoberta: o universo, as gal√°xias, afastam-se umas das outras em velocidade muito maior que previa a teoria do big-bang. Ent√£o, para ajustar o modelo, passaram a precisar de uma “energia escura” que repelisse as gal√°xias, mas que n√£o repelisse as estrelas entre elas dentro das gal√°xias!

O resultado dos c√°lculos (utilizando a famosa f√≥rmula de Einstein que E=mc¬≤) √© que, para tudo funcionar, segundo a teoria do big-bang, 75% do universo √© composto por “energia escura” que n√£o se pode detectar, 24% por “mat√©ria escura” que tamb√©m n√£o pode ser detectada e somente 4% do universo por energia e mat√©ria “normais”, que podem ser observadas. Tudo isso para a gravita√ß√£o funcionar como funciona e admitir que existiu o big-bang. Todas as “provas” da exist√™ncia da mat√©ria ou energia escura remetem a medidas gravitacionais – ou seja, como se alguem quisesse provar que 2 mais 2 √© quatro porque quatro √© dois mais dois.

Algu√©m poderia perguntar com raz√£o: ent√£o o universo n√£o pode ser conhecido? Talvez a resposta mais simples seja a de que a teoria do big-bang deva ser contestada e comecemos a procurar outras teorias que possam explicar melhor o universo. Existem teorias alternativas e um astr√īnomo sueco (Hannes Olof G√∂sta Alfv√©n) prop√īs um deles, atrav√©s da f√≠sica de plasma. Uma de suas contribui√ß√Ķes – ondas na coroa solar – foram comprovados recentemente por um sat√©lite japon√™s. Apesar disso, mais de 95% das verbas de pesquisa dispon√≠veis para astronomia giram em torno de comprovar o big-bang, a mat√©ria e a energia escuras.

Recentemente, veio √† luz uma carta de Einstein de 1954 em que ele destaca que “a religi√£o √© supersti√ß√£o infantil”. Mas, at√© hoje, √© essa supersti√ß√£o iniciada pelo padre belga que dirige os investimentos na pesquisa astron√īmica. A que interesses isso serve? Certamente n√£o aos interesses da humanidade!

Grifos especialmente tolos são meus, fora os erros históricos e conceituais. A fonte da Idiotice? Um site Marxista, óbvio! Eu fico aqui pensando onde está aquela Esquerda que defendia com unhas e dentes a Ciência contra as doideras religiosas da Direita?

Eu vendi óculos 3-D na cruz para ter que aguentar esse povo, só pode.

Midiotices: Resolveram me irritar esta semana!

N√£o bastasse a nojeira da mat√©ria da Veja essa semana, um certo programa, Espa√ßo Aberto, da Rede Globo resolveu fazer um programa sobre F√≠sica Qu√Ęntica, e para explic√°-la chamou o Amit Goswami

Sim, sim, eu espero vocês pararem de rir antes de continuar. Fiquem à vontade.

O problema √© que esqueceram de avisar aos produtores do programa que NADA que esse homem fala tem QUALQUER rela√ß√£o com a Mec√Ęnica Qu√Ęntica! NADA, NADA, NADAAAAAA!

Esse homem é um charlatão de marca maior. Aliás, não sei se o chamo de charlatão ou de louco. Não sei afinal se realmente acredita no monte de lixo que diz.

A matéria é Hilária de uma ponta a outra. O besteirol de sempre está presente mas vocês provavelmente não conseguirão assistir muito dele já que o risco de perda brusca de sanidade talvez faça seu cérebro desligar como forma de segurança.

Aos corajosos, cliquem aqui.

Midiotices: Morra, Jornalista, morra!

Normalmente eu n√£o comento iniciativas de “divulga√ß√£o cient√≠fica” da M√≠dia Mainstream para n√£o me estressar. Vou abrir uma exce√ß√£o neste caso. A revista Veja publicou, em sua edi√ß√£o 2066 desta semana, uma mat√©ria intitulada “40 perguntas sobre o Universo“. Eu completaria o t√≠tulo com “e 40 respostas mal escritas sobre isso” por que n√£o me vem √† cabe√ßa nenhum caso de Divulga√ß√£o t√£o pregui√ßoso e mal-feito nos √ļltimos tempos. Bom, excluindo a se√ß√£o de Ci√™ncia do Terra que √© Hors Concours.

E olha que o “jornalista” respons√°vel at√© que come√ßou seguindo bem a apostila do Bom Senso e consultou nada menos que 15 especialistas! (Para essa se√ß√£o de perguntas e para as outras mat√©rias relacionadas).

Augusto Damineli, astr√īnomo | Eduardo Janot, astr√īnomo | Francisco Jablonski, astr√īnomo | Jaime da Rocha, astr√īnomo | Jos√© Monserrat Filho, especialista em direito espacial | Jorge Ernesto Horvath, astrof√≠sico | Maria Assun√ß√£o Silva Dias, meteorologista | Mikiya Muramatsu, f√≠sico | Oswaldo Duarte Miranda, astr√īnomo | Paulo Artaxo, geof√≠sico | Petr√īnio Noronha de Souza, engenheiro aeroespacial | Victor Rivelles, f√≠sico | Walmir Cardoso, astr√īnomo | Yara Marangoni, geof√≠sica

O leitor far√° o favor de me apontar COMO √© poss√≠vel que com tantas fontes o BOSTA do jornalista me escreve a seguinte resposta para a pergunta “A mat√©ria escura, que responde por 23% de tudo o que existe no universo, √© realmente escura?”:

Não. O termo serve para indicar que essa matéria é incapaz de produzir energia Рou seja, de emitir radiação eletromagnética.

Grifo meu. Vem cá, que revisão foi essa que fizeram que deixam escapar tamanha nojeira? Por que duvido que alguma das fontes tenha dito uma doidera dessas! Isso é obra da cabeça do Jornalista, que acha que pode sair resumindo tudo que continua fazendo sentido! Divulgação Científica não funciona igual a notícias de Política e Economia!

Por favor, Veja. Se for fazer outra matéria sobre Ciência, pelo menos chamem um jornalista especializado para fazer a matéria, e não a estagiária!

Eu n√£o quero nem ver a cagada que est√° nas outras mat√©rias da mesma edi√ß√£o. S√≥ de olhar o √≠ndice d√° pra ver que at√© a “Part√≠cula de Deus”, que j√° comentei aqui, entrou na jogada. Tenho MEDO, muito MEDO.

Midiotices: Dem√īnios Alien√≠genas incendeiam Vila Italiana

Ontem foi publicada no Inovação Tecnológica a seguinte matéria:

Cientistas afirmam que “for√ßas n√£o naturais” causaram fogo espont√Ęneo

CORDIS Express
06/11/2007

Planos das autoridades de uma vila da Sicília, na Itália, de acabar com rumores de forças sobrenaturais atuando na região, foram por terra, quando uma equipe internacional de cientistas foi incapaz de oferecer uma conclusão mais racional. A notícia foi veiculada pelo principal órgão oficial de pesquisas da Europa.

Chamas espont√Ęneas

A vila de Canneto di Caronia chamou a atenção do mundo há três anos atrás, quando seus moradores relataram que objetos domésticos de uso diário ardiam em chamas espontaneamente.

Especialistas de v√°rias √°reas, incluindo engenheiros eletricistas, especialistas militares e outros cientistas, foram convidados para investigar o fen√īmeno. Sua exist√™ncia foi confirmada quando um cientista relatou ter visto um cabo el√©trico n√£o conectado √† rede pegar fogo.

Exorcismo

Uma por uma, v√°rias teorias foram sendo riscadas da lista, incluindo inc√™ndio criminoso, picos de tens√£o e at√© “obra do dem√īnio”, como sugerido pelo exorcista chefe do vaticano, Padre Gabriele Amorth.

Com a intenção de colocar um fim à teoria preferida dos moradores, de forças sobrenaturais, o Governo Italiano criou uma equipe oficial de cientistas, incluindo um da NASA, para dar outra olhada nas bizarras labaredas.

N√£o causadas pelo homem

O relat√≥rio final da pesquisa, publicado pelo Departamento de Prote√ß√£o Civil, atesta que as estranhas chamas foram causadas por “emiss√Ķes eletromagn√©ticas de alta pot√™ncia que n√£o foram causadas pelo homem e alcan√ßaram uma pot√™ncia entre 12 e 15 gigawatts.”

O coordenador do relat√≥rio, Francesco Mantegna Venerando explicou: “N√≥s n√£o estamos dizendo que homenzinhos verdes de Marte come√ßaram o fogo, mas que for√ßas n√£o naturais capazes de criar uma enorme quantidade de energia eletromagn√©tica foram as respons√°veis.” Ah… bom, assim fica melhor.

Para aqueles de voc√™s que n√£o gostam da teoria dos alien√≠genas, o Sr. Venerando lan√ßou outra hip√≥tese: “N√≥s estamos tamb√©m estudando uma outra [possibilidade] que envolve o teste de armas super-secretas por um poder desconhecido e que √© capaz de produzir essa enorme quantidade de energia.”

Interessante n√£o? Eu diria mais, eu diria muito ESTRANHO!

A fonte indicada pelo Inovação é o Cordis Express que nos apresenta:

Plans by the authorities in a Sicilian village to put to bed rumours of supernatural forces at work backfired recently, when a team of international scientists was unable to offer a more rational conclusion…

The village of Canneto di Caronia came to the world’s attention three years ago when residents reported that everyday household objects were bursting spontaneously into flames.

Experts from several fields, including electrical engineers, military experts and other scientists, were invited to investigate the phenomenon. Its existence was confirmed when one scientist reported seeing an unplugged electrical cable catch fire.

One by one, various theories were crossed off the list, including arson, power surges and ‘Satan’s work’, helpfully suggested by the Vatican’s chief exorcist Father Gabriele Amorth.

Wanting to put an end to the residents’ preferred theory of supernatural forces, the Italian Government commissioned a team of scientists, including one from NASA, to take another look at the bizarre blazes.

The resulting report by the Civil Protection Department states that the freak fires were caused by ‘high-power electromagnetic emissions which were not manmade and reached a power of between 12 and 15 gigawatts’. Report coordinator Francesco Mantegna Venerando explained: ‘We are not saying little green men from Mars started the fires, but that unnatural forces capable of creating a large amount of electromagnetic energy were responsible.’ That’s okay then.

For those of you struggling with the alien theory, Mr Venerando put forward another theory: ‘We are also looking at another [possibility] which involves the testing of top-secret weapons by an unknown power which is also capable of producing an enormous amount of energy.’

Essa notícia do Cordis foi publicada dia 2 de Novembro e não apresenta qualquer fonte, o que aumenta a estranheza.

O que é tão estranho?

Simples: Ela apresenta in√ļmeras caracteristicas de uma not√≠cia falsa. Ou voc√™s n√£o notaram a cita√ß√£o a um “t√©cnico” misterioso e sem nome da NASA? Quem foi o cientista que notou o aparelho pegando fogo sem estar conectado √† tomada? Por que n√£o h√° outras fontes para a not√≠cia?

Elementar meu caro Watson. Mas antes leia a seguinte notícia do WorldNetDaily, um famoso site de notícias de validade duvidosa:

A leaked Italian government report concludes “aliens testing secret weapons” are responsible for a series of strange, spontaneous fires that erupted from appliances and other home furnishings all over the village of Canneto di Caronia three years ago.

The community on Sicily’s northern coast was the center of international attention in 2004 when residents reported ordinary household items – electrical appliances, wedding presents and furniture – mysteriously began catching fire.

“We cannot risk a tragedy through these fires,” mayor Pedro Spinnato told the Scotsman in January of that year, “so I have no other option but to evacuate the village. We have had electrical engineers in to examine cables and wires but they can find no explanation. It is not just electrical items, furniture is also catching fire for no reason. Already people are blaming the events on evil spirits and I am being asked to get the local priest to perform an exorcism.”

In fact, as WND previously reported, a Catholic exorcist was consulted about the phenomenon. Gabriele Amorth, told the Italian newspaper Il Messagero, “I’ve seen things like this before.

“Demons occupy a house and appear in electrical goods,” he said. “… Let’s not forget that Satan and his followers have immense powers.”

In cases of demon behavior, the Vatican expert said, “it is normal for domestic appliances to be involved and for demons [to] make their presence known via electricity.”

The fires continued through the spring, and the country’s electric company finally cut all power to the village while scientists tried to determine the cause.

Experts from around the world – scientists, electrical engineers and military experts – came to investigate the phenomenon. One amazed scientist, the Scotsman reported, claimed to have seen an unplugged electrical cable burst into flames.

WND reported the bizarre blazes appeared to cease after the village replaced and grounded its wiring, though investigators could not explain why.

Some villagers remained unconvinced the respite meant the fires would cease.

“It is not certain that the fires are finished forever,” Tullio Martella, the head of Sicily’s Civil Protection Agency told the New York Times. “They were episodic to begin with.”

Nino Pezzino, who was among the first to experience the “hellfire” when his television set suddenly burst into flames told the Times: “I’m Catholic. I believe in the devil. I don’t know why the devil is here. Maybe the problem we’re dealing with is technology, but it’s not Earth-bound technology.”

Now, a report of the $2 million investigation by the Civil Protection Department, ordered by the Italian government and prepared by a team of experts including a NASA scientist, seems to back up Pezzino’s laymen opinion that other-worldly forces are to blame.

Leaked copies say the bizarre fires were “caused by high-power electromagnetic emissions which were not man-made and reached a power of between 12 and 15 gigawatts.”

The report also references a possible UFO landing close to Caronia where “burned imprints which have not been explained were found in a field.”

The space-alien explanation is a departure from both the demonic and natural ones proposed earlier.

One natural hypothesis that had been considered was electrical energy related to volcanic activity beneath the land’s crust being released near the village. Supercharged ions, it was speculated, might then spark the fires once meeting up with electronic devices in the homes.

“The cause of the fires seems to have been static electric charges,” Tullio Martella, the head of Sicily’s Civil Protection Agency told the New York Times in 2004. “What we don’t understand is why there were these static electric charges.”

Now, investigators are saying the electric charges originated from “unnatural forces.”

“We are not saying little green men from Mars started the fires, but that unnatural forces capable of creating a large amount of electromagnetic energy were responsible,” Francesco Mantegna Venerando, Sicily’s Civil Protection chief who co-ordinated the report, said yesterday. “This is just one possibility. We are also looking at another one which involves the testing of top-secret weapons by an unknown power which are also capable of producing an enormous amount of energy.”

“This is not the final report. We are still working on our conclusions and this has been leaked,” he said.

N√£o √© que ela √© extremamente semelhante √†s outras? De quando √© a not√≠cia? 27 de Outubro. E essa mat√©ria possui ainda mais daquelas “pistas” de falsidade como o fato do relat√≥rio ter “vazado” e a aus√™ncia de outras fontes. Ou seja: o Cordis publicou uma not√≠cia falsa (consciente ou inconscientemente) criada pelo WorldNetDaily e o Inova√ß√£o caiu feito um patinho.

Mas o que há de real nessa notícia?

A cidade de Caneto di Caronia realmente existe e aparentemente teve problemas com inc√™ndios “inexplic√°veis” em eletrodom√©sticos em 2004. Entrentanto, como no caso acima as fontes s√£o bastante duvidosas quanto aos reais acontecimentos. E aparentemente tudo acabou ainda em 2004.

Enfim, tudo muito emocionante mas, como muita coisa na internet, totalmente falso. Os Jornalistas precisam estar muito atentos ao que lêem e publicam não acham?

Poxa, Inova√ß√£o, nessa “not√≠cia” nem o Terra caiu! Tome mais cuidado!

Por falar no Terra: Algu√©m ainda lembra da “Nuvem do Caos”?

Midiotices: Asteróide em rota de colisão com seu cérebro

Nota publicada pelo Diário Catarinense na seção de Ciência e Tecnologia.

Um aster√≥ide est√° em rota de colis√£o com a Terra. Impacto previsto para 2036. H√° um concurso, promovido pela Ag√™ncia Espacial Norte-Americana, oferecendo US$ 50 mil para quem encontrar um meio de evitar o choque. Mais do que a quest√£o financeira, √© uma oportunidade para testar seus conhecimentos. √Č assim que o espanhol C√©sar Bentancurt encara o desafio. H√° tr√™s anos morando em S√£o Bento do Sul, agora est√° em busca de parceiros brasileiros para auxiliar suas pesquisas.
Formado em Medicina, especializou-se em Engenharia Gen√©tica. Mas sua paix√£o s√£o os n√ļmeros e as f√≥rmulas. Estudou, na Fran√ßa, matem√°tica e f√≠sica qu√Ęntica e, mais tarde, se aperfei√ßoou em matem√°tica aeroespacial. √Č com base nesses estudos que elabora sua tese para concorrer ao pr√™mio e, de alguma forma, colaborar para evitar o choque do aster√≥ide Apophis 2004. O nome dado ao astro √© nada sugestivo, refere-se ao deus eg√≠pcio da destrui√ß√£o.
Com aproximadamente 400 metros de di√Ęmetro, composto basicamente por ferro e pedras estelares, o Apophis viaja a uma velocidade surpreendente, capaz de percorrer mais de 1,1 milh√£o de quil√īmetros por segundo, quase quatro vezes a velocidade da luz. Como foi descoberto somente em 2004, acredita-se que tenha vindo de outra gal√°xia.
РO que mais impressiona é a velocidade, e, por causa disso, não há arma no mundo capaz de atingi-lo Рafirma.
De acordo com o matemático, devido à grande velocidade, um míssil lançado da Terra, por exemplo, explodiria antes de chegar ao corpo do asteróide. Devido ao magnetismo da rocha, poeira cósmica e luz formam uma barreira protetora. Em caso de colisão com o planeta, explica César, a vida seria extinta.
– O impacto seria t√£o forte que elevaria a temperatura at√© 700¬ļC, causando erup√ß√Ķes vulc√Ęnicas e ondas gigantes – prev√™.
Parte do trabalho que desenvolve em torno de seus c√°lculos matem√°ticos √© compartilhado com a Nasa, onde uma irm√£ e amigos trabalham. O concurso, explica, √© destinado a universidades e institutos de pesquisa, mas ele resolveu participar de forma individual. Agora, C√©sar est√° em busca de parceiros, cientistas ou institui√ß√Ķes, para compartilhar informa√ß√Ķes.
Sua tese para evitar a colisão do asteróide com a Terra é a de alinhar quatro grandes satélites artificiais, equipados com painéis solares, emitindo luz e energia do sol contra a rocha. Ele sugere utilizar satélites já existentes para isso. Os equipamentos estão no espaço, alguns armados.
РEnergia do sol seria direcionada ao asteróide fazendo com que ele se desintegrasse Рargumenta.
Esse alinhamento, explica, deveria acontecer daqui a 13 anos, quando tamb√©m ocorre alinhamento total dos planetas do sistema solar. A partir da√≠, raios luminosos transmitidos pelos sat√©lites seguiriam o meteoro. Antes do choque previsto com a Terra, o Apophis passar√° pr√≥ximo ao planeta em 2029. O prazo para envio de teses √† Nasa sobre como evitar a colis√£o se encerra em 10 anos”.

Grifos feitos pelo Mori do 100nexos, de onde tirei a notícia e que também explica muitos dos absurdos contidos aí.

Juro que quando li “quase quatro vezes a velocidade da luz” quase parto dessa para nenhuma.

ATUALIZAÇÃO (14/09):

Foto da original da mat√©ria adicionada. Me digam uma coisa: por que todo impostor acha que¬†“E=mc¬≤” √© o supra-sumo da f√≠sica?

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Pol√≠tica de Privacidade | Termos e Condi√ß√Ķes | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


P√°ginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM