Piridina (benzeno com odor)

Piridina é simplesmente um benzeno com um nitrogênio substituindo um dos CHs.
piridina molecula estrutura
Tal mudança simples tem uma miríade de efeitos. A adição de um nitrogênio eletronegativo faz da piridina uma boa base (é comumente usada em reações que geram prótons, para eliminar o ácido no decorrer do processo). A mesma mudança a torna miscível em água (benzeno é somente 0,2% solúvel (aprox.)).
Mais importante, contudo, é que a piridina fede. Mesmo em alta diluição. Não é um comum odor químico penetrante, tem uma riqueza biológica que os heterocícliclos nitrogenados parecem cumprir com maestria (veja por exemplo o indole, com sua intensidade fecal). O benzeno tem um odor agradável como a gasolina (contudo, ambos são bem tóxicos), mas a piridina fede como uma sala não ventilada cheia de moribundos e doentes terminais.
http://scienceblogs.com/moleculeoftheday/2007/09/pyridine_smellier_benzene.php
Original (English) content from Molecule of the Day (http://scienceblogs.com/moleculeoftheday). Content translated with permission, but portuguese text not reviewed by the original author. Please do not distribute beyond this site without permission from both author and translator.

Discussão - 4 comentários

  1. Roberto disse:

    Caro Luís,
    Talvez pudesse ser acrescentado que tanto o benzeno como a piridina são extremamente cancerígenos. Além disso a piridina é tóxica e provoca disfunção erétil irreversível (broxa irreversivelmente). Ou seja, é melhor não ficar experimentando o cheiro nem do benzeno e nem da piridina.
    abraços,
    Roberto

  2. massacritica disse:

    O texto é uma tradução de um blog em inglês. Tento não modificar as informações do texto original. Concordo contigo que ambos são tóxicos. Mas a questão da disfunção erétil também é tema de debate no texto original. Alguns afirmam que é lenda e outros dizem que o efeito é relatado em algumas fontes. Uma outra parte prefere não testar. 🙂 Já procurei sobre esse assunto e não consegui achar uma boa fonte sobre a veracidade (ou não) dos problemas da piridina.

  3. Carlos Hotta disse:

    Já tive que usar piredina! Confirmo o cheiro horrível de peixe podre ou algo do gênero. Felizmente não houve caso de broxa reversível por aqui.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM