Terraformação

Momento Wikipedia… terraformação é o processo de modificação de um planeta, ou outro corpo celeste para que este possa ser habitável aos humanos. O processo seria considerado um sucesso quando a atmosfera e a temperatura nele verificadas sejam semelhantes à atmosfera e a temperatura do planeta Terra.
Estes projetos de escala gigantesca e pouco factíveis ao menos apresentam diversão pelo desafio de planejamento e uma bela coleção de concepções artísticas de como ficaria o planeta após a transformação.
Terraformação de Vênus
terraformacao do planeta Vênus
Lua
lua-terraformada.jpg
Marte
transformando marte na Terra

E se a Terra fosse ´marcianizada´? >:-)

Imagens da Wikipedia.
Veja também
Marte virtual terraformado

Discussão - 7 comentários

  1. André Souza disse:

    Eu sei q é totalmente loucura, mas….e se fossem transferidos parte dos gases de Vênus para Marte? Seria possível uma “terraformação” desta maneira?

  2. massacritica disse:

    É complicado manter atmosfera em Marte. É menor do que a Terra e os gases escapam mais facilmente. Além de não ter um campo magnético forte e por isso sofrer com os ventos solares. Talvez com gases com manor velocidade de escape, mas neste caso seria diferente da Terra.

  3. Snowmeow disse:

    Tudo o que sabemos sobre Vênus ou Marte provém de estudos da NASA e, por menor escala, de outras Agências Espaciais, como a ESA e a RKA (Rússia). Não sou paranóico, mas como elas são as ÚNICAS fontes de informações sobre esses planetas, e estão cientes de que nenhum “civil” poderia fazer o mesmo que elas, elas podem estar escondendo o jogo, ao menos sobre Marte, a mando de seus governos.
    Porém, baseado em estudos sobre as cianobactérias em Vênus, eu teorizei uma espécie de “semeador”, que pode ser usado para espalhar as cianobactérias em Vênus na altura certa para que elas consigam se reproduzir e consumir bastante gás carbônico antes de morrerem torradas. A cerca de 50 Km de altitude, a temperatura e a pressão de Vênus são parecidas com as da Terra, o que favoreceria a proliferação dessas algas azuis e, com o gás carbônico sendo consumido, a temperatura baixaria gradativamente, à medida em que mais e mais “semeadores” espalhassem cianobactérias em vários pontos de Vênus. Assim, a terraformação de Vênus partiria não da superfície, mas do espaço.

  4. Denis disse:

    Acho que um “começo” para Terraformação de Vênus já pode ser possivel.Hoje temos a engenharia genética que deu passos assombrosos. Temos que pensar nesse processo a longo prazo e não a curto.Na minha opinião o processo começaria com a criação de BACTERIAS e não algas; Porem tais bacterias seriam quimotroficas que fariam da quimissintese um processo identico a fotossintese. Nesse processo elas consumiriam 2 componentes abundantes em venus: CO2 e H2SO4, produzindo respectivamente, O2 e H2O.Tais bacterias seriam como bacterias franksteins, ou seja, criadas especificamente para esse intuito como seres extremófilos. Para que o processo tenha sucesso, tais bacterias terão que ter caracteristicas especificas:
    *Capacidade de resitir bem à altas temperaturas, raios cosmicos nocivos (radiação);
    *Sobrevivam SOMENTE em meios ácidos ;
    * Tenham uma capacidade muito maior de reprodução que qualquer bacteria existente hoje em dia;
    *Apresentem alguma coloração a fim de que possamos identificá-las;
    * Boa capacidade de locomoção em ambientes aéreos;
    Feito esse super bactéria em laboratorio, basta soltá-la nas camadas de nuvens de vênus e deixá-las fazer seu trabalho:
    1º Devido à sua resistencia a ambientes extremos ela se adaptaria facilmente e proliferaria;
    2º Devido à grande abundancia de ácido sulfurico em vênus elas consumiriam tal substancia e retiraria ela retornando água + algum composto sufuroso qualquer e juntamente consuria o CO2 e retornaria o O2;
    3º Devido ao ambiente ao nivel do mar lá ser extremamente quente ao se aproximar demais (seja por queda ou ao serem arrastadas pelos ciclones dos polos) elas fatalmente morreriam tostadas e devolveriam o CO2 que roubaram, PORÉM devido à sua capacidade sobrenatural de reprodução, seria praticamente 2 bacterias nascem para cada uma que morrer, então há esse desequilibrio aonde. aos poucos, a atmosfera do planeta vai se arrefecendo e se tornando cada vez mais oxidante, formando assim, uma grossa capa de ozonio, que será muito bem vindo no futuro; ou seja, a chave de sobrevivência de tal bactéria dependeria unicamente de uma capacidade anormal de reprodução. Se tal capacidade for muito superior à quantidade de bacterias que morrem, então venus tem uma chance.
    4º A capacidade de sobrevivência em meios acidos é feita para que quantdo tal bacteria consuma todo o H2SO4 existente ela caia rapidamente em número e viva em pequenas ilhas que se formam quando há a formação de acidos na atmosfera (note que a formação de H2SO4 e HNO3 é um processo atmosferico comum, aqui mesmo na Terra acontece diariamente) mantendo o equilibrio acidico das nuvens.
    Resultado: Teriamos um planeta com núvens de agua e uma boa quantidade de O2.
    Vale lembrar que tal processo é apenas um início, ou seja uma preparação para a futura colonização: Esse processo iria demorar alguns milhares de anos e ainda sim não acabaria com a densa atmosfera, porem tornaria ela mais parecida com a nossa e enaquanto se passam os milhares de anos o ser humano já poderá ter tecnologia de ponta para terminar o processo.
    A vantagem desse processo das bacterias é que seriam apenas investimento na criação delas e no transporte delas para a alta atmosfera de Vênus e mais nada. Enquanto elas estão lá trabalhando, nós estamos aqui continuando nossa vida de boa! 😀

  5. Otávio Augusto Chaves Fernandes dos Santos disse:

    Empolgante será, num futuro próximo, ver a água jorrar em rios caudalosos alimentados por geleiras derretendo em Marte, durante a terraformação.
    Esse processo complexo, ao meu ver, só seria possível mediante uma cooperação internacional sustentada por organizações como a ONU. Um gigantesco projeto de engenharia.
    Talvez de início fosse útil que espelhos orbitais feitos com base em algum material ultra-reflexivo do futuro estivessem em órbita polar continuamente a focar os raios do Sol nas regiões polares. Ao mesmo tempo, fábricas na superfície usariam os recursos encontrados in-situ para produzir dióxido de carbono e assim contribuir para o efeito estufa. Uma vez iniciado, este último num certo ponto poderia ser autossuficiente e crescente, ao descongelar mais CO2 e vapor d’água das calotas polares. Chuvas aconteceriam assim que a temperatura ultrapassasse o 0 grau. Depois, bastaria que bactérias ou mesmo balões automatizados substituíssem o CO2 por oxigênio e nitrogênio, e que fosse criada uma espessa camada de ozônio.
    É uma pena que eu possa não estar vivo para ver tudo isso ocorrendo…

  6. Edu disse:

    No filme “O NÚCLEO”, o planeta terra passa pelo problema de ter seu “mar de lava” estagnado o movimento, o que fez o planeta perder a proteção magnética contra a radiação solar, então, uma missão manda um veículo para navegar na nucleosfera, e com o lançamento de bombas de alta potência , o movimento do magma foi retomado e o campo magnético voltou a funcionar.

    Pergunto: É possível fazermos o mesmo em Marte? Não digo que seria da mesma forma do filme, com veículo e tudo mais, mas será que seria possível detonar bombas que provocassem marés de lava, movimentos magmáticos, que criassem um campo magnético protetor contra a radiação?
    Já se sabe que a ficção científica tem o conforto de criar apenas “o que seria feito”, mas não “como seria feito”, essa parte cabe a cientistas de verdade, mas alguém sabe se já há algo sendo feito, estudado, pesquisado, com essa hipóstese?

    Até hoje, tudo que ouço falar sobre a terrraformação de Marte me parece inóquo se não resolvermos o problema do campo magnético.

  7. Cris Mello disse:

    Seria possivel terratransformacao de venus como se venus e muito quente e cheio de lava e sei que dissem que venus e mais quente que mercurio

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM