O fim de um relógio

Todo o mecanismo deste relógio é impulsionado por um único motor que funciona em 60 rotações por minuto (rpm). Girando uma vez a cada segundo impulsiona uma polia que gira uma vez a cada 5 segundos (proporção 1:5). A próxima etapa tem 1 rpm, então uma de 5min, 1 hora, 1 dia, 1 mês, 1 ano e uma década.
O mecanismo da década impulsiona o arco externo que terá uma rotação de um século.
A proporção do início ao fim chegará a 1:31,6 bilhões, que deu origem ao nome da obra – 3.16 Billion Cycles.
Ao fim do ciclo de um século o sistema cairá na falha do aro externo e todo o mecanismo do relógio se desmontará.
mecanismo relogio

detalhes relógio
(clique para ampliar)

A obra foi idealizada pelo designer Che-Wei Wang e faz parte de uma série de seis trabalhos, intitulada “Time in Six Parts”, que terão como objetivo mudar a percepção de tempo, quebrando um século em pequenos incrementos.
mecanismo relogio arte
Via Gajitz

Discussão - 5 comentários

  1. leo disse:

    Do que adianta, 2012 está aí….

  2. Daniel disse:

    Se tivesse sido feito pelos Maias e encontrado, falariam que seria o fim do mundo em 1 século!!!!

  3. lucas ditongo disse:

    Que legal. Agora não sinto mais fome.

  4. Petit disse:

    BOas² , [/Inutil*

  5. massacritica disse:

    Petit,
    hehehe. Arte tem dessas, não precisa ter utilidade prática. É ARTE. 😉

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM