Divulgação Científica no Rádio

Os psicólogos Dorothy Singer e Jerome Singer relatam no livro Imaginação e Jogos na Era Eletrônica que “muitos membros da geração do rádio provavelmente insistem que suas imaginações foram poderosamente estimuladas por ter de ouvir e então reconstruir pictoricamente as cenas visuais” (p. 13).

A nossa imaginação é uma fonte muito rica de idéias, e o rádio foi um meio muito comum de estimular a mesma em adultos e crianças, através de radionovelas e histórias. Muitas iniciativas estão surgindo no Brasil com o objetivo de, por meio do rádio, divulgar e discutir o conhecimento científico e a postura crítica. Continue lendo…

Perspectivas Evolucionistas Acerca da Religião

Muitas pessoas buscaram explicações para a natureza da religião – porque ela é tão comum em grupos humanos e porque ela parece ser “natural”, já que é encontrada em tantas sociedades e tribos?

Afinal de contas, muitas religiões estimulam comportamentos de alto custo reprodutivo, como atentandos suicidas (e.g. homem-bomba), mutilação genital e o celibato (Bulbulia, 2007). Além disso, alguns rituais religiosos exigem sacrifício de recursos e são exaustivos, perigosos, dolorosos e cansativos.

E se deus não existir, como muitos pensam, as pessoas que acreditam nele estão sistematicamente errando os seus julgamentos acerca do mundo e a seleção natural deveria ter reduzido ou eliminado tendências religiosas, pois entender o mundo de forma errada normalmente incorre em custos altos (e.g. não perceber que um tigre está vindo na sua direção ou pensar que deus  irá protegê-lo do tigre).

Algumas das explicações mais comuns fazem referência à necessidades humanas críticas, como a vontade de evitar infortúnios, a morte ou de compreender o universo, mas muitas destas explicações se baseiam em noções erradas sobre religião (Boyer, 2003) e não possuem evidências advindas de testes empíricos. Continue lendo…

Amar o Próximo

Existe uma profunda ligação entre todas as formas de vida na Terra com o universo. Como foi eternizado por Carl Sagan na série Cosmos (apesar da frase não ser sua), somos todos feitos de poeira estelar. Mais do que isso, estamos conectados a todas as estrelas, planetas, luas, asteróides e pedras por este laço que nos remete à infância do nosso universo.

“Somos todos primos” foi o que Carl Sagan escreveu em seu livro Bilhões e bilhões, ilustrando o fato de que podemos traçar um ancestral comum entre quaisquer duas pessoas que vivam hoje em dia. Mas não somos primos apenas de seres humanos: a teoria da evolução nos permitiu vislumbrar a complexa árvore da vida, na qual o ser humano é um de vários outros ramos. Continue lendo…

Evidência de Vida Fora da Terra é Criticada

Após a publicação do artigo no Journal of Cosmology (JOC) que afirmava ter encontrado microfósseis em um meteriorito, comentado no último texto do blog, muitas críticas tem sido feitas ao trabalho de Hoover. Um artigo publicado hoje (08/03/11) na Nature tece uma série de considerações que diminui a credibilidade do artigo e que tentarei resumir os pontos principais a seguir. Continue lendo…

Cientista Diz Encontrar Evidências de Vida Fora da Terra

Richard B. Hoover, astrobiólogo da NASA, publicou um artigo no Journal of Cosmology, onde afirma ter encontrado evidências conclusivas de vida alienígena. Não de cabeçudos verdinhos tarados e brincalhões perambulando por ai, mas de microfósseis de organismos similares às cianobactérias que conhecemos, em pedaços de um meteriorito.

Hoover reforça que as evidências não podem ser entendidas como bactérias que contaminaram o meteriorito quando entraram na atmosfera terrestre, e sim como fósseis de organismos que viveram fora da Terra. Continue lendo…

A Aliança entre Ciência e Religião

Existem diferenças fundamentais entre ciência e religião, que provavelmente se relacionam com algumas das tensões existentes entre elas. A ciência e a religião possuem um longo histórico de desavenças e atritos, mas houveram mudanças nesta relação – muitos líderes religiosos e teólogos reconhecem a legitimidade de conhecimentos científicos antes rejeitados, como a teoria da evolução e os 4,5 bilhões de anos da Terra (Dawkins, 2009; Sagan, 1997).

Apesar de terem ocupado posições antagônicas em muitos momentos (quase se vendo como rivais ou inimigas), ambas possuem um inimigo em comum muito mais poderoso atualmente, que merece mais atenção do que qualquer desavença sobre quando o nosso planeta foi criado ou a eficácia da camisinha – o inimigo é a destruição desenfreada da natureza. Continue lendo…

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM