Fim dos likes no Instagram: Qual será o impacto psicológico? (vídeo)

242_thumb_instagram

O Instagram ocultou a quantidade de likes que aparece publicamente. Que consequências psicológicas podem ser esperadas a partir de agora dentro dessa rede social? Duas teorias psicológicas podem ajudar a entender isso: a teoria do sociometro e da comparação social. Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/5AIvqK19pJA”]

Aqui vai um pouco do come√ßo do v√≠deo:¬†Likes nas redes sociais s√£o interpretados por muita gente como feedbacks sobre a pr√≥pria reputa√ß√£o. Mas por que ser√° que esses feedbacks podem fazer voc√™ se sentir bem ou mal? A teoria do sociometro ajuda a entender isso. Ela prop√Ķe que a autoestima √© um tipo de term√īmetro social que reflete o quanto voc√™ percebe que √© bem visto e querido por outras pessoas. Se voc√™ se sente apreciado pelos outros, sua autoestima tender√° a ser maior. Uma das principais fun√ß√Ķes da autoestima ent√£o seria a de sinalizar o qu√£o bem voc√™ est√° indo nas suas rela√ß√Ķes sociais. Esse seria um dos motivos pelos quais as pessoas costumam se sentir mal quando s√£o criticadas, rejeitadas ou ignoradas por outros. Antes das redes sociais, as pessoas recebiam esses feedbacks durante suas intera√ß√Ķes presenciais com outros e de maneira mais privada. O advento das redes sociais levou isso para um novo patamar muito mais regular e p√ļblico.

Referências recomendadas

Você vai poder encontrar várias referências sobre Instagram, Facebook, a psicologia por detrás das redes sociais e algumas outras coisas nos links a seguir: link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link.

Westworld (vídeo)

123_thumb_westworld

Vamos falar hoje sobre Westworld, uma série de ficção científica da HBO que foi lançada ano passado e fez muito sucesso! Se ainda não viu, cuidado com os spoilers! Iremos analisar alguns pontos da série a partir do nosso conhecimento científico atual e das tecnologias das quais dispomos. Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/hVKUq_VtpPQ”]

Referências recomendadas

Aqui vão alguns links falando diretamente sobre a série ou analisando algum aspecto científico, tecnológico ou psicológico dela. Também inclui alguns materiais sobre inteligência artificial, filosofia e psicologia que certamente vão interessar aqueles que gostaram do tema do vídeo e complementam o que chegamos a aprensetar no vídeo (link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link).

Reflex√Ķes Ps√≠quicas #6 Casa

98_thumb_personalidade_casa

O planeta Terra √© a nossa casa. Sabemos muitas coisas atualmente sobre ela e sobre o seu lugar no universo. Esse conhecimento foi fruto do esfor√ßo de pessoas que acharam que as suas pr√≥prias intui√ß√Ķes e o senso comum n√£o eram o suficiente. Pessoas com uma inquieta√ß√£o na cabe√ßa e uma grande vontade de entender como as coisas realmente funcionam.

“Reflex√Ķes Ps√≠quicas” √© uma s√©rie de v√≠deos que visa instigar a reflex√£o sobre assuntos que abordamos no canal e tamb√©m explorar a sabedoria que podemos extrair da ci√™ncia para nossas vidas. A ideia dessa s√©rie foi inspirada no formato tamb√©m usado na s√©rie Sagan (que n√≥s j√° at√© divulgamos na nossa p√°gina do Facebook). Gostaram do sexto epis√≥dio? D√™ a sua opini√£o nos coment√°rios pra gente saber ūüėČ

Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/ZdaJCNIdFiA”]

Referências recomendadas

Voc√™ vai poder acessar muitas das informa√ß√Ķes que citamos no v√≠deo e v√°rias outras por meio dos links a seguir, que incluem informa√ß√Ķes acerca do comportamento e da hist√≥ria da Terra (entre os links est√° o de um √≥timo document√°rio do Neil Degrasse Tyson, recomendo fortemente!): link, link, link, link, link, link, link.

Sexo selvagem (vídeo)

55_teaser_sexo_selvagem

O primeiro vídeo de 2016 vai abordar um assunto bem quente: sexo selvagem. Se você achava que já sabia tudo sobre isso, assista o vídeo primeiro. Sabe de nada, inocente! Veja o vídeo abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/guFEqzBFaq8″]

N√£o entendeu alguma das refer√™ncias culturais que fizemos no v√≠deo? A primeira √© a Staryu, pok√©mon do tipo √°gua que por sinal √© um dos pok√©mons com o som mais estranho considerando o seu nome (voc√™ pode ver ela em a√ß√£o aqui). Depois fizemos um espermatoz√≥ide se fundindo com um √≥vulo que nem o Goku se funde com o Vegetta em Dragonball (se n√£o conhece o desenho, veja isso aqui). A gente tamb√©m fez uma men√ß√£o ao personagem Barney Stinson da s√©rie How I Met Your Mother (ele √© esse aqui). A casinha de sap√™ √© uma refer√™ncia a uma m√ļsica muito famosa, cl√°ssica dos karaok√™s e que j√° foi tocada por muita gente. O cara que aparece nesse quadro √© o Jorge Arag√£o e voc√™ pode ver ele cantando essa m√ļsica aqui.

Referências recomendadas

Existem muitas informa√ß√Ķes na internet sobre reprodu√ß√£o de animais. Aqui v√£o alguns links que trazem mais detalhes sobre o¬†que abordamos no v√≠deo: curiosidades sobre o comportamental sexual de v√°rias esp√©cies (link, link), uma hist√≥ria bem peculiar sobre um experimento da NASA usando golfinhos e seres humanos (link) e v√°rios outros links sobre os h√°bitos sexuais peculiares dos golfinhos (link, link, link, link), a homossexualidade em outras esp√©cies (link), os comportamentos peculiares das vi√ļvas negras (link, link, link, link) e rob√īs sexuais (link). ¬†

Um Rob√ī que Voa Como um P√°ssaro

Nessa palestra do TED, Markus Fischer apresenta o p√°ssaro artificial ultraleve que sua equipe desenvolveu. Este p√°ssaro √© capaz de voar sozinho, como um p√°ssaro qualquer. √Č poss√≠vel ver a palestra no v√≠deo abaixo, com direito √† duas demonstra√ß√Ķes do p√°ssaro voando sobre a plat√©ia.

Kindle

O Kindle √© um dispositivo de leitura digital desenvolvido pela Amazon. Hoje em dia j√° √© poss√≠vel encontrar uma grande variedade de op√ß√Ķes desse tipo de dispositivo, apesar dele ter sido pioneiro ao usar uma nova tecnologia de visualiza√ß√£o, o E-ink ou Pearl.

Essa tecnologia da a sensa√ß√£o de, ao ler a tela do dispositivo, estar lendo uma folha de papel. Uma folha de papel um pouco cinza, mas ainda assim muito mais pr√≥ximo de uma folha do que de uma tela de computador. Continue lendo…