O que Ă© psicoterapia? (vĂ­deo)

134_thumb_psicoterapia

JĂĄ citamos em outros vĂ­deos a psicoterapia. Hoje falaremos mais diretamente sobre o que Ă© psicoterapia, pra quem ela Ă© pode ser Ăștil e quais sĂŁo alguns dos mitos mais comuns sobre ela. VocĂȘ pode ver o vĂ­deo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/M3rhCabFuuI”]

ReferĂȘncias recomendadas

Aqui vocĂȘ encontrarĂĄ principalmente links de sites especializados que discutem diferentes aspectos ligados Ă  psicoterapia que discutimos ao longo do vĂ­deo e alguns que nem exploramos. Recomendo especialmente os materiais aqui que discutem os mitos acerca da psicoterapia. Aqui vĂŁo os links: link, link, link, link, link, link, link, link, link, link.

Como ser menos inseguro? (vĂ­deo)

133_thumb_insegurança

Todo mundo tem os seus momentos paralisantes de insegurança. No vĂ­deo de hoje, vamos trazer algumas dicas de como vocĂȘ pode se sentir menos inseguro com a ajuda da psicologia! VocĂȘ pode ver o vĂ­deo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/gThsJ_rwWBw”]

ReferĂȘncias recomendadas

Vou disponibilizar aqui alguns materiais a respeito de insegurança, catastrofização, foco no presente e habilidades sociais. Claro que uma das principais indicaçÔes sĂŁo os vĂ­deos inseridos nos cartĂ”es do vĂ­deo de hoje, tais como o vĂ­deo sobre meditação e comunicação empĂĄtica. Certos materiais estĂŁo diretamente ligados ao que discutimos no vĂ­deo, mas alguns jĂĄ sĂŁo material complementar que nĂŁo abordamos diretamente (dĂĄ para abordar de tantas formas diferentes o tema da insegurança…). Como de costume, os links vĂŁo ser tanto de artigos cientĂ­ficos quanto de materiais de sites especializados: link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link,  link. 

Crise existencial (vĂ­deo)

132_thumb_existencial

É comum que as  pessoas vivam crises existencias em algum momento das suas vidas. No vĂ­deo de hoje, vamos falar sobre as principais questĂ”es existenciais que assombram a humanidade desde que ela se tornou capaz de ser assombrada por tais questĂ”es. VocĂȘ pode ver o vĂ­deo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/KLpHNvoTVjI”]

ReferĂȘncias recomendadas

O vĂ­deo de hoje teve como base o capĂ­tulo de handbook citado abaixo. Como a ideia do vĂ­deo era trazer uma visĂŁo geral das principais questĂ”es existencias e trazer algumas reflexĂ”es sobre o que fazer a respeito das crises existenciais, esse capĂ­tulo foi Ăłtimo e suficiente tambĂ©m, mesmo jĂĄ sendo uma publicação com 7 aninhos de idade. Ele traz um panorama das principais pesquisas que vinham sendo feitas na ĂĄrea conhecida como “psicologia existencial experimental” e faz uma boa descrição das principais questĂ”es existenciais. Esse capĂ­tulo Ă© uma Ăłtima fonte de outros trabalhos acadĂȘmicos sobre esse tema na sua sessĂŁo de referĂȘncias pra quem se interessar em se aprofundar! Ainda devemos explorar melhor esse tema em outros vĂ­deos, aguardem 😉

Pyszczynski, T., Greenberg, J., Koole, S. and Solomon, S. 2010. Experimental existential psychology: Coping with the facts of life. In S. T. Fiske and D. T. Gilbert (Eds.), Handbook of Social Psychology. New York: McGraw-Hill.

Anorexia e bulimia (vĂ­deo)

131_thumb_anorexia_bulimia

A maneira como percebemos nĂłs mesmos fisicamente Ă© chamada de autoimagem na psicologia. Algumas pessoas vivenciam grandes dificuldades de lidar com as suas autoimagens, e falaremos de dois casos extremos hoje: a anorexia nervosa e a bulimia nervosa. VocĂȘ pode ver o vĂ­deo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/mohJz_HyoMY”]

ReferĂȘncias recomendadas

A seguir, vocĂȘ poderĂĄ consultar alguns materiais de sites especializados e artigos sobre transtornos alimentares, anorexia nervosa e bulimia nervosa (inlcuindo materiais explorando a jovem ainda neurociĂȘncia dos transtornos alimentares, um tĂłpico que nĂŁo exploramos no vĂ­deo): link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link.