Daniel Piza

O ano de 2011 poderia ter acabado melhor.¬†A morte de Daniel Piza, em 30 de dezembro, me deixou muito mal.¬†Preferi o distanciamento de alguns dias antes de escrever qualquer coisa. √Äs vezes, arroubos emotivos nos traem.¬†Piza n√£o foi s√≥ um jornalista cultural. Tal qual¬†Paulo Francis, de quem se dizia herdeiro intelectual, Piza foi um jornalista autoral.¬†H√° uma grande diferen√ßa a√≠.¬†O jornalismo cultural pressup√Ķe um of√≠cio t√©cnico que necessita de um profissional bem informado¬†com bom tr√Ęnsito nos meios e eventos culturais. O jornalismo autoral, por sua vez,¬†depende essencialmente das opini√Ķes emitidas pelo jornalista¬† que observa e estuda fatos e fen√īmenos culturais. Esse √© o principal motivo que faz muito dif√≠cil a substitui√ß√£o de Piza por algum outro colega jornalista.

¬†Piza iniciou¬†a sua carreira muito precocemente, desde sempre demonstrando¬†um olhar agudo, multifacetado,¬†original.¬†Fez leituras que moldaram o seu jeito de escrever e pensar.¬†Citam Euclides da Cunha, Machado de Assis e Guimar√£es Rosa, mas negligenciam Caio Prado J√ļnior, Raymundo¬†Faoro, Celso Furtado, Antonio Candido, Gilberto Freyre, para citar alguns que me lembro aqui.¬†N√£o citarei todos os cl√°ssicos, mas¬†leu (e releu) Montaigne, Shakespeare e Bacon. Em anos recentes, fez leitura cr√≠tica original¬†de “O outono da Idade M√©dia”, de Johan Huizinga, edi√ß√£o¬†lan√ßada pela Cosac Naify em 2010.¬†Era vers√°til e inteligente.¬†Enxergou¬†como poucos a beleza pl√°stica das obras de Anish Kapoor, e, felizmente,¬† deixou-a registrada em ensaio monumental.

Escreveu 17 livros em sua curta trajet√≥ria.¬†Foi v√≠tima de sua pr√≥pria¬†reputa√ß√£o, pois a revis√£o da biografia de Machado de Assis (Machado de Assis – um g√™nio brasileiro, Imprensa Oficial, 415 p√°ginas) foi sabidamente negligenciada, pois afinal de contas¬†o autor era “o” Piza. Engra√ßado ler na imprensa detratores seus apontando os erros¬†da biografia e reduzindo¬†o Piza a esse livro. Ser√° que essas pessoas que se julgam t√£o inteligentes, t√£o sabidas e t√£o cultas n√£o sabem que existem reedi√ß√Ķes revisadas? No caso de Piza, n√£o as teremos, infelizmente, mas j√° havia um projeto¬†para reedi√ß√£o da obra, que n√£o por acaso se encontra esgotada.

Outro lugar comum¬†que pude encontrar em alguns necrol√≥gios foi a lembran√ßa de Piza como um jornalista de direita. Nada mais ris√≠vel.¬†A esquerda bo√ßal brasileira, que, infelizmente, √© a maioria, pensa corporativamente. N√£o h√° pensamento individual, autoral. Carecemos de um Antonio Gramsci, de um Hobsbawn. Da√≠ o espanto diante de um jornalista capaz de ter opini√£o contr√°ria aos governantes “de esquerda” (chamar o PT,¬†Luiz In√°cio Lula da Silva e Cia.de “esquerda”¬†√©¬†fazer corar de raiva os verdadeiros esquerdistas). A mesma esquerda bo√ßal que criticou e atacou um Piza¬†indefeso foi incapaz de registrar que esse mesmo Piza criticou o governo de Alckmin, a inoper√Ęncia de Serra, a pueril falta de posicionamento da oposi√ß√£o; que esse mesmo Piza elogiou as medidas econ√īmicas e pol√≠ticas anunciadas pela Sra. Dilma no in√≠cio de seu mandato; que esse mesmo Piza criticou os desmandos de Jos√© Sarney. Piza sempre se posicionou a favor da democracia e defendeu uma sociedade mais justa, com menos desigualdades e maiores oportunidades. Deixava claro em suas colunas o mal estar que lhe provocava a iniquidade brasileira. Mas isso s√≥ sabe quem tinha o prazer de ler e de usufruir de seus textos.O domingo est√° mais pobre.

 

P.S.: Piza, você acredita que além das barbaridades que escreveram a seu respeito também riram por um pretenso desconhecimento seu, que teria dito que Jesus Cristo morreu enforcado? Bom, Piza, caso não saiba, Cristo morreu crucificado Рinformação muito pouco conhecida e de domínio por somente alguns raros indivíduos ilustrados. Ridendo castigat mores.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Pol√≠tica de Privacidade | Termos e Condi√ß√Ķes | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


P√°ginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM