As botas de St√°lin

Um pouco afastado da Budapeste central, foi criado, em 1993, o “Parque das Est√°tuas” (Szoborpark, em h√ļngaro). H√° cerca de trinta est√°tuas que, antes de 1989, adornavam a cidade e enalteciam as conquistas dos trabalhadores/camaradas, al√©m, √© claro, de est√°tuas de Marx, Engels, L√™nin e parte do que sobrou da est√°tua de St√°lin, o sang√ľin√°rio. No informe distribu√≠do no local, pode-se ler: “este n√£o √© um museu sobre o comunismo, mas sim um museu sobre o fim do comunismo”. Apesar da pobreza de grande parte da popula√ß√£o h√ļngara, acho que eles n√£o sentem nehuma saudade dos tempos de outrora…

K.

Fui ao Museu Kafka. Acho que fiz bem de s√≥ visitar o museu ap√≥s perambular alguns dias por Praga e, especialmente, pelo bairro judeu, Josefov. √Č imposs√≠vel dissociar Kafka de sua cidade natal e de sua ascend√™ncia judaica. E de Hermann Kafka, o pai, of course. Podia imaginar o perturbado e fr√°gil escritor passeando pelas ruas da capital tcheca e gestando o seu Gregor Samsa. O √≥dio pelo pai. E o sentimento de culpa por odi√°-lo. Ao cruzar a Naplavni, a metamorfose toma corpo: “Uma manh√£, ao despertar de sonhos inquietantes, Gregor Samsa deu por si na cama transformado num gigantesco inseto”. O ponto alto da visita ao museu acontece quando se chega a uma sala cercada por fich√°rios met√°licos; h√° um som incessante de m√°quinas datilogr√°ficas. O espectador sente-se angustiado, oprimido por aquele ambiente burocr√°tico e ceifador de tudo aquilo que possa significar criatividade. Compreende-se, ent√£o, Kafka. N√£o, n√£o, Kafka n√£o teria nascido na Bela Vista ou na Champs-Elys√©es…

Holocausto_Praga

Mariposas
Desenho de Margit Koretzov√°
Gueto de Terezin, 1937-1942-1944.

Visitar Praga √© rememorar a trag√©dia do holocausto. O bairro judeu, Josefov, √© sombrio e opressor. Tudo parece tenso. As cores, opacas. Fato √© que ningu√©m fica indiferente √†s impress√Ķes colhidas. Nada √© mais chocante que visitar a Sinagoga Pinkas. Contru√≠da em 1535, em seu andar t√©rreo h√°, nas paredes, a inscri√ß√£o dos nomes de 80.000 judeus tchecos e moravos mortos nos campos de concentra√ß√£o. Mas o pior ainda n√£o chegou. No primeiro andar, ainda sem fol√™go ap√≥s a leitura de nomes como “Rosenthal”, “Schlesinger”, “Schindler”, h√° uma exposi√ß√£o de desenhos. Eu, mais ing√™nuo que os desenhos, n√£o entendia as data√ß√Ķes: 1937-1942-1944. Outra: 1934-1942-1944. Recorri √†s explica√ß√Ķes de um informe. O primeiro ano, data de nascimento. O segundo, data de chegada ao gueto de Terez√≠n. O terceiro, ano de falecimento. O que Ahmadinejad pensaria? Ah, √© verdade. Ele n√£o pensa!

Cadernos de viagem- nota introdutória

Cheguei hoje. Fui recebido pelo calor, que j√° estava quase insuport√°vel √†s 8h00. No trajeto do aeroporto de Cumbica at√© a minha casa, al√©m das favelas e da n√©voa de polui√ß√£o, o nauseabundo cheiro do Tiet√™ me certificou que n√£o me encontrava mais em Praga ou Budapeste – n√£o terei a ousadia de incluir Viena nessa lista. O jetlag ainda me emba√ßa as id√©ias. At√© amanh√£, espero, estarei melhor. Deixo voc√™s com o retrato de Arnold Schoenberg feito pelo pintor Richard Gerstl. Fui √† exposi√ß√£o de obras de Gerstl na capital austr√≠aca. Vejam a ironia. Gerstl apaixonou-se por Mathilde, mulher do compositor austr√≠aco, que acabou abandonando o pai do dodecafonismo e seus dois filhos para entregar-se ao amor do jovem pintor. Depois de muitas amea√ßas de su√≠cidio por parte do m√ļsico, Mathilde cedeu e voltou para casa. O jovem pintor, ent√£o com 25 anos de idade, √© que acabou se suicidando. Int√©!

Mais Kafka

Caras e caros amigos, estarei ausente deste blog pelas pr√≥ximas tr√™s semanas. Quest√Ķes de trabalho e, como ningu√©m √© de ferro, um pouco de descanso. Visitarei Praga, Viena e Budapeste. Espero que possa aproveitar a viagem com assuntos interessantes para todos n√≥s. At√© a volta, com muito Kafka e pouco Kundera!

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Pol√≠tica de Privacidade | Termos e Condi√ß√Ķes | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


P√°ginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM