Leitores em potencial

As feiras liter√°rias nunca estiveram t√£o em alta como agora. De Passo Fundo a Bel√©m, a derrocada do livro impresso – ou, para usar uma express√£o de Vila-Matas, o funeral da era de Gutenberg – parece um devaneio on√≠rico pueril. A pergunta que me fa√ßo √© se, na mesma propor√ß√£o das feiras, os leitores tamb√©m est√£o crescendo. A consolida√ß√£o da democracia e a constru√ß√£o de uma sociedade mais justa passa por cidad√£os letrados. N√£o √© por acaso que a raiz da palavra “livre” √© a mesma de “livro”. Se estamos formando mais leitores e engendrando um novo pa√≠s, n√£o sei dizer. Mas gostaria de falar de um grave problema: os leitores em potencial. Compartilho da opini√£o de Ana Maria Machado e Jo√£o Ubaldo Ribeiro: quem n√£o l√™ e pode faz√™-lo √© burro. A semente que quando semeada gera o leitor √© o exemplo. Pais alfabetizados que n√£o l√™em n√£o podem exigir filhos leitores. Como desejar que o filho goste de legumes e vegetais se o pai n√£o gosta e n√£o come? Outro problema adicional √© que n√£o ler literatura estreita os horizontes e reduz o prazer. Explico melhor. Ouvi uma conversa de alguns prov√°veis leitores em potencial ap√≥s a sa√≠da do cinema. O filme? Meia-noite em Paris, de Woody Allen. Os casais diziam que o filme havia sido muito chato, at√© que uma mulher do grupo, em torno de 40 anos, disse: “acho que o filme foi chato porque n√£o conhec√≠amos as pessoas que l√° apareciam”. Bingo! S√≥ quem conhecia Ernest Hemingway, F.S. Fitzgerald e sua mulher Zelda, Gertrude Stein e Luis Bu√Īuel podia aproveitar plenamente o filme de Woody Allen e perceber o sentido de invejar a vida na Paris dos anos 20. Pai, m√£e: peguem um livro. Pai, m√£e: d√™em o exemplo. Pai, m√£e: um livro pode ser melhor que um pr√©dio com espa√ßo gourmet. Pai, m√£e: ler √© mais prazeroso que um apartamento com churrasqueira na varanda.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Pol√≠tica de Privacidade | Termos e Condi√ß√Ķes | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


P√°ginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM