Propaganda Eleitoral… Na Bélgica.

Veja só a propaganda do Partido Verde na Bélgica. Muito interessante, simples e um visual super limpo.

Discurso ONU – ECO-92

Bom, depois de quase 10 dias sem postar nada, resolvi tirar o atraso… O que uma tarde fria na internet não faz a gente encontrar…
Tirando o atraso de mails, posts de outros blogs encontrei esse video. Acho que muitos já devem ter recebido por mail ou visto em outro site, mas ele me tocou num tanto que não pude evitar de colocá-lo aqui.

É tocante, me emocionou e vi como a grande maioria dos adultos no poder são e sempre foram egoístas, hipócritas e demagogos. Acho que sempre soube disso e por isso tenho um Complexo de Peter Pan que me persegue desde que me entendo por gente. Quando crescer não quero ser assim não…

“O código da Biodiversidade”


Esse site é muito interessante, fizeram uma paródia para a preservação da Biodiversidade com o famoso filme/livro O Código da Vinci. É uma animação super divertida que trata de um assunto super importante, a preservação da biodiversidade. Sempre me surpreendo como são encontradas formas interessantíssimas para ensinar e convencer as pessoas de coisas tão simples e tão importantes. Uma pena que é em inglês e não serão todas as crianças brasileiras que poderão entender por completo. Preciso ver se encontro coisas do tipo em português.

O site também oferece dicas de como podemos ajudar na preservação da Biodiversidade.

Marcha das baleias

Quem estiver em Salvador pode participar, segue o video convite do Mauricio de Souza.

A ação das cidades


Você já ouviu falar do C40 Cities? É um grupo de 40 cidades ao redor do mundo que se uniram para lutar contra o aquecimento global e as mudanças climáticas. Esse grupo nasceu em outubro de 2005 em Londres e fui batizado inicialmente de Large Cities Climate Leadership Group, em agosto de 2006 foi anunciada uma parceria com a Fundação Clinton e rebatizado de C40. O presidente do grupo é Ken Livingstone, prefeito de Londres.
A Fundação Clinton é parceira da C40 por meio do Clinton Climate Initiative (CCI), este é um projeto da fundação dedicado a fazer a diferença na luta contra as mudanças climáticas de forma prática e mensurável, o programa pretende diminuir substancialmente as emissões dos gases do efeito estufa. A princípio esse projeto esta trabalhando com os membros do C40 no desenvolvimento e implementação de uma gama de ações para acelerar a diminuição da emissão dos gases do efeito estufa.
Este é um programa bilionário para reduzir a emissão de carbono em 15 cidades do mundo.
A cidade de São Paulo está incluída na lista – um consultor da Clinton Foundation já está morando na cidade para identificar problemas ambientais e sugerir soluções. Esse projeto conta com a participação de cinco bancos globais e quatro corporações multinacionais, além de uma equipe de especialistas em reformar prédios para torná-los mais “verdes”. A primeira fase é dedicada a edifícios. O projeto prevê economizar de 20% a 50% de energia com a troca dos sistemas de refrigeração, aquecimento e iluminação por alternativas mais eficientes, com US$ 5 bilhões disponíveis para as reformas.
E aconteceu essa semana em Nova Iorque o encontro de prefeitos de 32 cidades, o chamado Large Cities Climate Summit. Do Brasil, foram Gilberto Kassab, de São Paulo, Cesar Maia, do Rio de Janeiro, e Beto Richa, de Curitiba.
A principal mensagem deixada desse encontro foi que as cidades querem ser as verdadeiras protagonistas da luta contra o aquecimento global. “Não vamos mais ficar sentados esperando que eles tomem a liderança. As cidades consomem 75% da energia e produzem 80% dos gases-estufa, portanto podem fazer a diferença de fato nessa batalha”, afirmou Michael Bloomberg, prefeito de Nova York, cidade que sediou o encontro.
É bem interessante ver essa movimentação para lutar contra o aquecimento global, dá pra ver que existe um interesse e não estamos nessa luta sozinhos. Quero muito ver o prédio em que trabalho adotar medidas para redução de emissões de carbono!

Além dos links acima foram utilizadas também: Metrópoles querem agir antes de crise climática
Clinton lança plano para tornar prédios mais “verdes”
Redução na emissão de carbono – Fundação de Clinton dá consultoria a SP

Prêmio Leão Verde 2007

Lembra que eu divulguei esse prêmio aqui? Entao, no site deles saiu a exposição virtual.

Visite, vale a pena, seria uma ótima idéia publicar essas peças nos EUA.

Programa Benchmarking Ambiental Brasileiro

Profissionais e empresas com boas práticas tem no Programa Benchmarking Ambiental Brasileiro um aliado para difusão de suas ações sustentáveis. Estão abertas as inscrições para o 5º Benchmarking Ambiental Brasileiro, uma iniciativa de fomento a sustentabilidade que identifica e compartilha as melhores práticas da gestão socioambiental brasileira. Convidamos gestores e empresas com cases sustentáveis para que participem e marquem presença no Ranking Benchmarking 2007. Para conhecer e participar, visite o link: www.benchmarkingbrasil.com.br

Mais um ativista famoso, mais um documentário a caminho…

Estive de férias mês passado nos EUA e dando uma olhada nas bancas de jornal e revistas me deparei com a “edição verde” da Vanity Fair. E quem está na capa?? Leonardo DiCaprio. Fiquei pensando: o que ele tem a ver com isso? No fim da viagem já no aeroporto resolvi dar mais uma olhada nas revistas e os assuntos em pauta e resolvi comprá-la para ver o que a Vanity Fair tinha a dizer na sua “segunda edição verde anual” e é claro, o que o Leonardo DiCaprio fazia na capa.

Leonardo DiCaprio está fazendo um documentário chamado The 11th Hour que trata das doenças do meio ambiente e suas possíveis curas. DiCaprio está produzindo, é o co-roteirista e narrador do filme.

Nesse novo documentário o físico Stephen Hawking e outros famosos ambientalistas americanos falam sobre o aquecimento global e as mudanças climáticas.

O filme The 11th Hour terá sua premiere no Festival de Cannes.

Uma das coisas que me surpreendeu foi o site do Leonardo DiCaprio, na página principal você tem do lado esquerdo o link para o site dele, com filmografia, novidades da carreira de ator, etc e no lado direito um link para o Eco-site. Esse Eco-site eu entendi como o site da Fundação Leonardo DiCaprio que trata de assuntos relacionados ao meio ambiente como o aquecimento global, energias renováveis e alternativas e a preservação da biodiversidade, você encontra ainda um site para crianças. Tudo bem que eu nunca procurei nada a respeito, um site sobre meio ambiente para crianças em português, mas será que tem alguma coisa parecida? Esse eu achei fantástico!!

No Eco-site você pode encontrar 2 videos muito legais um sobre aquecimento global e outro sobre Planeta Água, ambos narrados pelo ator (uma pena não conseguir colocar o link aqui). Vídeos curtos que alertam sobre esses problemas de forma bastante inteligente.

Interessante ver mais uma pessoa famosa e com alcance global preocupada com o assunto e aproveitando da sua imagem e poder pra tentar fazer alguma coisa. Entendo que nos EUA se tenha muito mais dinheiro pra poder fazer coisas do tipo, mas aqui no Brasil eu não consegui pensar um artista que parece preocupado com os rumos do Planeta, talvez eles possam até estar, mas nenhum que tenha se mobilizado a respeito ou divulgado sua preocupação. Eu vejo muito mais as empresas tentando fazer alguma coisa do que algum “formador”de opinião que tenha abraçado a causa.

Por favor, digam que eu estou errada e que tem alguém com um alcance maior que o meu querendo mostrar para as pessoas que temos de mudar de comportamento se quisermos continuar nesse Planeta.

E o Itaú traz Al Gore

Ontem, depois de escrever o post sobre o filme Verdade Inconveniente, entrei no site do Itaú para ver minha conta, na capa da página estava bem grande: Itaú traz Al Gore. Fui lá clicar e ver quando, onde, como e por que. Só consegui descobrir por que. Porque o Itaú é o único banco da América Latina que fez parte do Índice Dow Jones de Sustentabilidade por sete vezes consecutivas e porque foi apontado como o banco mais sustentável e ético da América Latina pela revista Latin Finance.

E por que cargas d´água eles não usam isso a favor deles? Eu aqui elogiando o Banco Real e o Itaú com essa bola toda no quesito sustentabilidade? Viu do que o marketing é capaz? Eles estão perdendo tempo em não aproveitar essa deixa.

Ai lendo Blue Bus vejo que os telefones do Itaú não param de tocar para saber sobre o evento do Itaú com Al Gore, que será na semana que vem, em São Paulo, dia 12 de maio, num evento restrito a 400 convidados com acompanhantes. Na lista inicial estão incluídos somente empresários, políticos, ONGs e comunicadores. Ana Maria Braga e Luciano Huck já confirmaram presença. Tomara que os selecionados a assistir tal palestra sejam sensibilizados de tal forma que façam algo de útil e eficaz para convencer as pessoas a mudarem de comportamento. Aliás, se as 800 pessoas que assistirem mudarem seus comportamentos já está bom. Não serei tão exigente.

O filme, finalmente

Com um atraso considerável finalmente assisti ao tão famoso filme do Ex-vice-presidente dos EUA Al Gore. E claro tenho que colocar a minha reles opinião aqui.

Eu gostei bastante, achei super informativo, cheio de dados interessantes, imagens fantásticas e bem didático. Não há como negar que é um bom filme Hollywoodiano que trata de um assunto nada Hollywoodiano. De fato ele coloca o dedo na ferida e diz que todos temos que mudar de comportamento. As equações por ele apresentadas: Velhos Hábitos + Velhas Tecnologias = Conseqüências previsíveis e Velhos Hábitos + Novas Tecnologias = Conseqüências dramáticas, é formidável. Eu realmente acredito que não é possível continuar com os mesmos comportamentos num mundo que não é mais o mesmo a cada dia que passa. Ele usa um exemplo super dramático como a guerra, eu geralmente uso um exemplo bem menor e banal: o telefone celular, você diria há 15 que o telefone celular se tornaria um objeto que daqui a pouco até cachorro vai ter? Eu não…

Mas a pergunta que me faço depois de ver esse filme é: quem assiste a esse filme? Pessoas como eu, como você, que se preocupam e tentam fazer alguma coisa pelo Planeta? Nesse caso de verdade, pra mim, pra você não fez muita diferença, provavelmente não vimos nenhuma grande novidade no filme. Será que pessoas que não tem o mínimo de preocupação com as conseqüências de suas atitudes assistem esse filme? Pra quem acompanha o blog vai entender: “consumidores da Diesel” assistem esse filme? E até que ponto o filme irá sensibilizá-lao? Por que a maior dificuldade que eu encontro é conseguir convencer as pessoas a se preocuparem com o futuro do Planeta. Ou melhor, a perceberam que são as pequenas atitudes delas que irão determinar o futuro do Planeta. E é muito difícil fazer isso sem ser chato, afinal, ser repreendido por que você deixou a torneira aberta enquanto escova os dentes não é legal; pedir para a pessoa levar as próprias sacolas no supermercado também é chato, dá trabalho; separar o lixo, então, não dá tempo… Eu não consigo falar para as pessoas ao invés de amassar o papel rasgá-lo sem ser olhada com espanto!

É uma atitude maravilhosa a do Al Gore, acharia o máximo se tivesse um ex-vice-presidente desses no nosso país, mas não paro de me questionar quando as pessoas de fato se sensibilizarão e mudarão de comportamento, essa mudança lenta de comportamento me deixa muito preocupada.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM