Do suicídio

Foto, Sérgio Fonseca, 2005

Disse Camus que a única questão filosófica realmente relevante é o suicídio. A lista de célebres personagens que se suicidaram é quase infinita: Ernest Hemingway, Aristóteles, Roland Barthes, Walter Benjamin, Cleópatra, Florbela Espanca, Pagu, Gogol, Virgínia Woolf e Stefan Sweig são alguns deles. Acredito que Schopenhauer foi o filósofo que mais tempo dedicou ao tema, concluindo que o suicídio é algo estúpido, no mínimo. Disse: “Suicidar-se é um ato inútil e insensato; destrói arbitrariamente o fenômeno individual, enquanto a coisa em si permanece intacta”. Qualquer pessoa intelectualmente privilegiada já pensou no sentido de seguir em frente, já cogitou, ainda que de forma bastante distante do derrardeiro e concreto momento, em dar cabo de si mesmo. Não tenho a pretensão de esgotar o tema, mas tendo a concordar com o filósofo alemão. De qualquer maneira, acredito que há motivações diferentes que, em última análise, poderiam justificar, dar uma roupagem mais palatável, a determinados suicídios. Walter Benjamin acabou com a própria vida por medo de ser entregue à Gestapo. Cleópatra, pela incapacidade de conviver com a culpa por ter ludibriado Marco Antônio, após o envio de uma falsa mensagem que resultou no suicídio de seu amante. Mas o que dizer do suicído de Hemingway? Atavismo genético, uma vez que seu pai cometera o mesmo ato? Depressão? E Sweig, teria cometido o suícidio por não corresponder às expectativas de Freud? Certo está que “a idéia do suicídio é uma grande consolação: ajuda a suportar muitas noites más” (Nietszche). Fiquemos com a idéia, somente.

Discussão - 36 comentários

  1. r.o. disse:

    Essa idéia me ronda a cabeça diariamente!

  2. Anonymous disse:

    A foto é DEMAIS!!!!!!!Acho que somos todos bonecos de playmobil!TA

  3. Anonymous disse:

    complicado querido, às vezes a corda fica muito bamba,não há nem com esticá-la,nem dar um nó mais apertado é então que ela se rompa.não é o caminho mais fácil ,porém é bastante viável.é cansativo ter que viver artificialmente,à base de medicamentos, exames estranhníssimos,possiblidades piores, transfusões de sangue,etc…..bjusssssssss bê

  4. Léo Mariano disse:

    olá amigo. gostaria de complementar, talvez para um próximo post, a questão do suicida e os parentes e amigos que “tentam” entender o que aconteceu.abraço

  5. amigo de montaigne. disse:

    Anônimo(?), Paul Lafargue (genro de Marx) e sua mulher,Laura Marx, resolveram se suicidar aos 70 anos para evitar a decrepitude, os problemas de saúde advindos da velhice. É uma outra razão, que sempre me instigou e causou perplexidade a todos que resolveram estudá-la. Cometer o “suicídio” na situação que você descreveu não seria o mais adequado; prefira a palavra “ortotanásia”. Converse com o seu médico.

  6. Professor disse:

    Por conta de um problema pessoal, durante os últimos oito meses a idéia de me matar rondou minha cabeça seriamente, para fugir dela, tive que mudar muita coisa no meu jeito de levar a vida. Na maioria das vezes quem se mata não tem toda essa ‘filosofia’, acaba entrando numa espiral de depressão e menos valia, e só consegue sentir egoísticamente, se esquece dos que vivem ao seu redor. Quem ultrapassa essa fronteira da dor o faz de maneira intempestiva, pois de outra maneira não o faria. No meu caso eu só pensava na minha dor, na minha perda, eu, eu. Suicídio é covardia, terapia e continuar levando a vida ajudam, ás vezes eu andava nas ruas só para ver pessoas e ficava bem por algumas horas. Mas e aqueles que o fazem por amor à pátria, como os kamikazes ou à uma causa como os terroristas, é suícidio também?

  7. Theo disse:

    O coração é este almirante louco, Amigo. Da existência, o que se pode esperar é que ao fim dela nada devamos: isso é ter vivido bem, sobremaneira. Nos dias em que existir não convier, recomendo boa rede e um bom disco do Bix, Coltrane, Miles, Bandford, algo assim, talvez o Alone in San Francisco, do Monk… e, principalmente, abandone os relógios nesse dia. Assim, existir parece mais tênue. Mas… se por hora, meu caro e bom Amigo, existir tem sido sinônimo de correr pra lá e pra cá… que não seja em vão, pelo menos (rss…) Abraços

  8. amigo de montaigne disse:

    Fé cega, fico feliz por você escrever essas linhas_sinal de que anda por aqui, pelo mundo dos vivos. Suas questões são muito pertinentes. Caso se interesse, sugiro o nada acadêmico e bastante acessível “O Deus Selavagem-Um estudo do suicídio”, de A.Alvarez, Cia. das Letras. Em relação à depressão, é particularmente útil o capítulo III, parte 2- Falácias”. “Nunca falta a ninguém um bom motivo para se suicidar”, Cesare Pavese. Esqueçamos tais motivos ou, pleo menos, que “seja apenas uma idéia”. Cordiais saudações, Amigo de Montaigne

  9. Anonymous disse:

    perdi o folêgo ao ler esse post! Pesado pacas!

  10. Anonymous disse:

    amigo de M é o seguinte: não é que eu não goste da vida,muuito pelo contrário, tem sol,tem cerveja,tem céu azul lindo, livros maravilhosos,pessoas super 10apenas eu não sou afim, é um disturbio no equílibrio quimico do meu cérebro,tomo medicações para ver se melhora, mas às vezes fica díficil,fazer o quê,continuar, e ultrapassar mais uma fase, é assim que eu faço.E VC QUERIDO ESTÁ VINDO COM NEOLOGISMOS.aLÉM DOS MÉ DICOS QUE RELATEI AINDA TENHO:ORTOPEDISTA,OTORINOLOGISTA,INFECTOLOGISTA,GINECOLOGISTA,FISIOTERAPEUTA(QUE NÃO É EXATAMENTE UM MÉDICO, NEUROLOGISTA. mAS QUANTO À ISSO NÃO TEM PROBLEMA ALGUM, VOU LEVANDO, NA BOA.È SÓ FALEI NESTE TEMA ,POIS ERA O TEMA ACIMA.cORRETO?SENHOR JUIZ/POR FAVOR/PARE / AGORA.

  11. Anonymous disse:

    OI LÉO OS AMIGOS E OS PARENTE SABEM QUE EU TENHO ESTE “DEFEITO” ELES JÁ ESTÃO ACOSTUMADOS.A GENTE JÁ COMBINOU ATÉ A FESTA QUE HAVERÁ, DEPOIS A CREMAÇÃO E DEPOIS SEREI PLANTADA JUNTO COM UMA ÁRVORE, NÃO É TUDO?

  12. Kx disse:

    É engraçado como a crença religiosa não imuniza contra a idéia do suicídio. Todas as religiões o condenam exceto, como alguém disse, as mortes por causas honrosas.Entretanto, a idéia é inerente ao ser humano apesar de todas as fantasias e ficções criadas pelas religiões.

  13. ped paulo disse:

    os mais religiosos são os que mais se matam para alcançar a rendição divina

  14. Anonymous disse:

    ped paulo eu não sou religioso e também não creio que exista um deus, ou qualquer coisa parecidade algum modo vc está correto

  15. Anonymous disse:

    Não se deve confundir religião com fundamentalismo irracional de pessoas ditas “religiosas”!

  16. Anonymous disse:

    pedpaulo onde estás que não participaste do tema suicídio?

  17. ped paulo disse:

    Como não? Não me suicidei. Continuo participando. Cê deu uma olhadinha aqui em cima?

  18. Anonymous disse:

    PEDPAULO CHAPEI ENÃO ENXERGUEI VC,MAS É QUE VC ESCREVEU POUCO A QUASE ANÔNIMA BÊ OCUPOU TODO O ESPAÇO.BJUSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

  19. Paulo Lima disse:

    Resolva-se em vida o quê em vida se criou…grande abraço. Paulo Lima

  20. Anonymous disse:

    O suicídio é tema dos mais importantes. Na minha concepção, nada mais difícil de delimitar que as suas causas. Alvarez escreve, mas não me convence. Seus argumentos são muito facilmente pró-suicídio. Post inetressante, Amigo. Blog dos mais desafiantes intelctualemnte falando.

  21. Anonymous disse:

    EU POSSO DECIDSIR O QUE FAZER DA MINHA VIDA!ELA É MINHA,É POR INCRÍVEL QUE PAREÇA TENHO DIREITOS SOBRE ELA, COMO NÃO ME CONSULTARAM PARA NASCER EU ACHO QUE POSSSO VIVER E MORRER DA MANEIRA QUE EU QQQQUISE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!PPPEEEEEEEEEEEEEDPAULO É A HELENA

  22. Kx disse:

    Cuidado! Quem fala assim, Helena, também costuma ser favorável ao aborto! Eaí?

  23. Anonymous disse:

    PEDPAULO M SOU EU MESMA TOTALMENTE SEM NOÇÃO.AI!LINDO VC É TUDO.EU TENHO TODO UM TRATADO SOBRE O SUICÍDIO, E SE VC QUISZER EU EXPLANO PARA VC .BJUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUBERGAMANE ANTONIONI MORRERAM, ISTO NÃO É BOM

  24. Anonymous disse:

    kx ,não só soui favoraVEL como já pratiquei,ou melhor,abortei.ew acho que tenho todo o direito de tomar minhas próprias decisões.bjus

  25. Kx disse:

    Tudo bem, nada contra. Você só não deu as mesmas escolhas para a outra parte…Aquela história de a vida ser sua, vc ter direitos sobre ela, etc. Não seria um contra-senso?

  26. r.o. disse:

    este papo está meio criacionista, não está KX?

  27. kx disse:

    Sei lá. Pode ser… Mas, ás vezes é confuso avaliar as opiniões pré-formatadas das pessoas. Implicações existem, desdobramentos.Como não relacionar o suicídio com o aborto?

  28. Anonymous disse:

    KX QUERIDO EU AINDA NÃO HAVIA LIDO O SEU COMENTÁRIO, AAGORA LI. É O SEGUINTE :O FETO TINHA 6SEMANAS, NÃO TINHA INTENÇÃO NRNHUMA DE TER FILHOS, ALIÁS,NEM POSSO TÊ-LOS,ENTÃO NÃO HAVIA COMO CONVERSAR COM ELE ,CASO VC TIVESSE SE INTERESSADO VC PODERIA TER FICADO COM ELE E A GENTE PERGUNTAVA MAIS TARDE.CORRETO?NÃO ME LEVE À FOGUEIRA QUERIDO ESTA CONVERSA ABORTO-SUÍCIDIO É DEVERAS COMPLICADA E É ÓBVIO QUE MESMO PARA MIM ,TÃO CONVICTA, ÀS VEZES É UM PROBLEMA.QUALQUER COISA É SÓ PERGUNTAR.

  29. Anonymous disse:

    parece que pedpaulo e kx estrão esperando pós meia-noite, sinceramene até sei nãoaguardo vcs queridosbjusssssssssssssssssssssssss

  30. kx disse:

    Sempre quis entender certos sentimentos, principalmente aqueles que minha cabeça de homem tem mais dificuldade de apreender. Querida amiga,acho que esse post já deu o que tinha que dar.

  31. Anonymous disse:

    KX QUE TESOURADA CARA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! QQUAL É?NÃO ENTENDI SUA CENSURA,E´XPLIQUE-ME POR FAVOR?”TESOURÃO DO ANO ”

  32. kx disse:

    Pelo contrário! Achei muito legal saber que tem muitas coisas que não são resolvidas facilmente na cabeça da gente e, especialmente tocante o seu depoimento. Achei que vc tinha ficado chateada… Não tenho o poder nem moral pra censurar ninguém. Estamos aí…

  33. Anonymous disse:

    KX ,UMA OPINIÃO A MAIS É SEMPREBOM, HOJE ESTOU UM POUCO LOUCAS,MAIS DO QUE JÁ SOU,PORÉM CONTINUE A FALAR E BRIGAR COMOGOBJUSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSBEATRIZ É O MEU NOME

  34. Anonymous disse:

    O blogue é dinâmico, Rubens Barrichello!

  35. Anonymous disse:

    NOSSA ESTE ÚLTIMO ANoNIMO É TUDO, CITANDO “BARRIQUEBRA”

  36. Theo disse:

    Amigo, não jogo nem de longe no time que endeusa suicidas. Sylvia Plath, Virginia Woolf e chegadas têm valor em si mesmas, em sua obra. Não no suicidar… Abração

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM