Como ser um melhor estudante (vídeo)

107_thumb_estudante

Que tal algumas dicas baseadas em pesquisas cient√≠ficas para voc√™ se tornar um melhor estudante? No v√≠deo de hoje, vamos trazer pra voc√™s algumas sugest√Ķes de coisas simples que voc√™ pode fazer para melhorar o seu desempenho nas disciplinas que faz e, mais importante ainda na nossa opini√£o, melhorar a sua aprendizagem, al√©m de se estressar menos!

Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/W7YMt5ZhBU8″]

Referências recomendadas

Eu gostei muito de como os autores de um artigo publicado a alguns meses atrás abordaram esse tema e achei que seria legal fazer um vídeo seguindo um pouco a linha de raciocínio deles de apresentação das pesquisas sobre esse tema. Embora o foco deles tenha sido em dar dicas para estudantes de graduação e pós-graduação, acredito que várias delas sirvam até pra quem estuda sozinho pra concursos e coisas do tipo. O artigo é esse aqui. As referências para as pesquisas que a gente faz menção no vídeo podem ser encontradas nele. Como complemento, também vou inserir o link de um texto que discute em mais detalhes a relação entre sono e qualidade de estudo (clique aqui para vê-lo).

Técnicas de estudo (vídeo)

77_teaser_estudo

Como você costuma estudar? Fica relendo o que precisa aprender? Faz resumos? Procura no Facebook por respostas para os exercícios? Será que você estuda da forma mais eficaz que poderia? No vídeo de hoje, falaremos sobre como algumas técnicas de estudo podem turbinar (ou não) a sua aprendizagem! Você pode assistir o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/sXmKaZ-9fWc”]

Referências recomendadas

O v√≠deo de hoje teve como base principal um artigo publicado na revista cient√≠fica¬†Psychological Science in the¬†Public Interest. No artigo, um grupo de 5 psic√≥logos especialistas no assunto fazem uma densa an√°lise (de 55 p√°ginas!) da utilidade das t√©cnicas citadas no v√≠deo e de outras. Eles descrevem o que as pesquisas cient√≠ficas t√™m mostrado sobre a utilidade geral, a amplitude de aplica√ß√Ķes das t√©cnicas quanto a, por exemplo, temas e faixas et√°rias, e compara entre elas quais s√£o as mais √ļteis e quais vari√°veis influenciam na maior ou menor efic√°cia de cada t√©cnica. ¬†