Inspirado em Montaigne?

Somerset Maugham está um degrau abaixo, pelo menos, de William Faulkner. Talvez, abaixo até mesmo de Ernest Hemingway. De qualquer forma, não deixei de me divertir com “O Fio da Navalha” e, mais recentemente, com a sua autobiografia (“Confissões”), traduzida por Mário Quintana. Atribuo a simpatia pelo livro muito provavelmente por certas semelhanças com “Os Ensaios”, de meu amigo Montaigne. Após ler nos noticiários a justificativa utilizada pelos jovens cariocas que espancaram uma empregada doméstica – pensaram que se tratasse de uma prostituta – e ouvir a declaração indignada do pai de um dos delinqüentes, inconformado pela prisão de “jovens estudantes, de classe média, que não representam nenhum perigo”, lembrei-me de certa passagem das Confissões: “À primeira vista, é curioso que as nossas próprias infrações nos pareçam muito menos odiosas que as dos outros. O motivo deve ser que conhecemos todas as circunstâncias que as ocasionaram, de modo que podemos desculpar em nós mesmos o que não podemos desculpar nos outros. Desviamos a atenção de nossos próprios defeitos e quando, por desagradáveis circunstâncias, somos forçados a considerá-los, achamos fácil dar-lhes absolvição.(…) Mas, quando julgamos os outros, não o fazemos por nós mesmos, como realmente somos, mas por uma imagem que formamos da nossa própria pessoa e da qual retiramos tudo quanto pudesse ofender a nossa vaidade ou desacreditar-nos perante o mundo.” Montaigne vive.

Discussão - 9 comentários

  1. N~QAO É MARAVILHOSO ESRASMO? A HUMANIDADE SE APERFEIÇOA ÀS AVESSAS?É TOTALMENTE ABSURDO O QUE SE LÊ,O QUE ACONTECE,TUDO…UM HORROR

  2. Francisco disse:

    Olá, Parabéns pelo blog, já inscrevi nos meus feeds. Poderia dizer qual ensaio montaigne desenvolve esse tema?Abraços,Francisco

  3. amigo de montaigne disse:

    Caro Francisco, mais que o tema, o estilo de Maugham lembra o de Montaigne. De qualquer maneira, o ensaio intitulado “Do desmentir”, dentre outros, desenvolve o tema a partir de outra visão.

  4. ped paulo disse:

    ESRASMO? O que é isso? Não entendi nada, helena. Vc pode explicar?

  5. é4ERASMO DE ROTERDÃ,ESCRITOR SEC. XVI ESCREVEU o ELOGIO À LOUCURA, TUDO! E O OUTRO ERASMO CARLOS,AQUELE DO ROBERTO CARLOS…SARRO PURO

  6. ped paulo disse:

    helena, vc não está sendo clara e parece que está sendo desrespeitosa comigo.Ou não? É só impressão errada?

  7. Anonymous disse:

    Resumindo o que vc escreveu: no dos outros é refresco.

  8. Anonymous disse:

    SR. ANÔNIMO, NÃO É NADA DISSO, É UMA PIADA QUE NÃO FOI CLARA PARA VCS..HHHELENA!!!

  9. Tati disse:

    Seu blog é uma inspiração. Obrigada!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM