Danoninho para plantar vers√£o 2011

Esta semana, mais uma vez acompanhei o plantio das mudas obtidas pela campanha Danoninho Para Plantar, realizada pela Danone.

Assim como no ano de 2010-2011, as mudas estão sendo plantadas pelo competente Instituto Ipê, que há 20 anos atua no ramo de pesquisas ecológicas.

O reflorestamento está ocorrendo às margens da represa Atibainha, a qual faz parte do complexo de abastecimento Cantareira, responsável por disponibilizar água para aproximadamente metade da cidade de São Paulo. A área, de propriedade da SABESP, estava tomada pelas gramíneas e por outras espécies exóticas. Aos poucos a área está sendo recuperada e deixando de ser pastagens para cavalos e gados.

View Larger Map

Atualmente, j√° foram plantadas 89.092m¬≤ de esp√©cies da mata atl√Ęntica, as quais est√£o recebendo as devidas manuten√ß√Ķes at√© que atinjam um est√°gio independente de maturidade. Para o ano de 2012, est√° previsto atingir 220.000m¬≤ de reflorestamento.

A campanha Danoninho Para Plantar também conta com projetos de educação ambiental nas escolas de Nazaré Paulista. No ano passado, as escolhas que utilizaram a Cartilha do Dino e enviaram seus relatórios de atividades, foram premiadas com cursos de formação em educacão ambiental ministrados também pelo Instituto Ipê, que apresenta esta linha de pesquisa.

Este ano, a novidade do projeto √© o √Ālbum do Dino, um √°lbum de figurinhas virtual com animais em extin√ß√£o, informa√ß√Ķes sobre os biomas brasileiros em que vivem e curiosidades sobre estes animais.

Me deixa muito contente saber que a Danone firmou esta pareceria tão sólida com os pesquisadores do Ipê, o qual tem realizado trabalhos belíssimos durante esses 20 anos.

Abaixo, fotos do plantio feito pelas crianças da região.

Created with Admarket’s flickrSLiDR.

Agenda РDebates em Ciências РCélulas-tronco

Evento: Debate sobre células-tronco.
Data: 29 de setembro (quarta-feira)
Hor√°rio: 20h
Local: Campus Uninove Vergueiro, Rua Vergueiro, 235/249, S√£o Paulo-SP.
Transmiss√£o ao vivo, com liveblogging, no link http://jornaldedebates.uol.com.br/aovivo/ciencia-deve-usar-celulas-tronco-assista-em-2909-as-20h.
Haverá acompanhamento, também, pelo twitter @jornaldedebates.
Debatedores confirmados:
Mayana Zatz: Coordenadora do Centro de Estudos do Genoma Humano e do Instituto Nacional de Células-Tronco em doenças genéticas , membro da Academia Brasileira de Ciências e professora de Genética da Universidade de São Paulo (USP).
Claudio Cohen: Professor de Bio√©tica e Presidente da Comiss√£o de √Čtica do Hospital das Cl√≠nicas da Faculdade de Medicina da Universidade de S√£o Paulo (FMUSP).
Padre Vando Valentin: Coordenador do N√ļcleo F√© e Cultura da Pontif√≠cia Universidade Cat√≥lica de S√£o Paulo (PUC-SP).
Lenise Garcia: Professora do Departamento de Biologia Celular, da Universidade de Brasília e doutora em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de São Paulo.
A ciência deve usar células-tronco?
As c√©lulas-tronco podem dar origem a diversos tratamentos m√©dicos para doen√ßas hoje incur√°veis. As pesquisas exigem o uso de embri√Ķes humanos, que n√£o sobrevivem aos estudos. Para os religiosos e parte da comunidade cient√≠fica, embri√Ķes s√£o seres humanos, vidas que n√£o podem ser sacrificadas em nenhuma hip√≥tese. A condu√ß√£o deste tipo de experimento ultrapassa os limites √©ticos da ci√™ncia?
_____________________________________________________________
Observa√ß√£o da autora deste blog: embora seja dito no resumo deste evento, √© important√≠ssimo lembrar que as pesquisas com c√©lulas-tronco, em muitos casos, N√ÉO exigem o uso de embri√Ķes humanos. Ainda assim, sempre vale a pena ouvir um bom debate.

Agenda: Workshop “Economia do clima”

Acontece dia 17/03/2010, das 9:30 ao 12:15hs, no Instituto de Estudos Avan√ßados/USP, o Workshop “Economia do clima” (n√£o se espante se n√£o encontrar nada no site).
Eu iria, se n√£o fosse no meio da semana, no meio do hor√°rio comercial, ver, principalmente, como √© que os especialistas da Faculdade de Economia, Administra√ß√£o e Contablidade (FEA/USP), pretendem “precificar o clima” ou “precificar danos clim√°ticos” ou ainda “precificar a√ß√Ķes de adapta√ß√£o/mitiga√ß√£o”.
+ Ser√° por grau Celsius acumulado/ano?
+ Ser√° por hectare devastado? Ou por planta√ß√Ķes dizimadas?
+ Ser√° por milh√Ķes de migrantes/ano? D√≥lares investidos em a√ß√Ķes de sustentablidade/ano?
Fiquei curiosa.
Entre os especialistas, Jos√© Goldemberg (IEE/USP) falar√° sobre os “Desafios e oportunidades para pesquisa em mudan√ßas do clima no Brasil”, Eduardo Haddad (FEA/USP) falar√° sobre “Economia das mudan√ßas clim√°ticas no Brasil” e Carlos Roberto Azzoni (FEA/USP) sobre “A FEA e a economia do clima”. Al√©m deles, presen√ßas confirmadas de Jos√© Marengo (INPE e INCT-MCT), Vera Lucia Imperatriz Fonseca (IEA), Paulo Artaxo (IF-USP) e Jacques Marcovitch (FEA e IRI/USP).
OBJETIVO DO ENCONTRO:
+ fortalecer a estrutura da sub-rede “Economia das Mudan√ßas Clim√°ticas”, coordenada pela FEA-USP, por meio da integra√ß√£o de pesquisadores e seus resultados, da discuss√£o de oportunidade de pesquisas e do encaminhamento para pesquisas e a√ß√Ķes futuras.
LOCAL:
+ O IEA fica na Rua da Reitoria (antiga Travessa J) 374, Cidade Universit√°ria, S√£o Paulo, SP
INSCRI√á√ēES:
Os interessados devem se inscrever em www.iea.usp.br/inscricao/form1.html.
P√öBLICO ALVO:
Estudantes de pós-graduação
TRANSMISSÃO:
Ao vivo pela web em www.iea.usp.br/aovivo.
[Vou tentar essa daqui!]
PROGRAMA COMPLETO:
9h30-10h РRecepção
10h-10h10 – Abertura
Carlos Roberto Azzoni (diretor da FEA-USP)
César Ades (diretor do IEA-USP)
10h10-10h30 РDesafios e Oportunidades para a Pesquisa em Mudanças do Clima no Brasil
Jose Goldemberg (IEE)
10h30-11h РO INCT para Mudanças Climáticas
José Marengo (INPE e INCT-MCT)
11h-11h15 РEconomia das Mudanças Climáticas no Brasil
Eduardo Haddad (FEA-USP)
11h15-11h25 – Projeto FAPESP Impactos Socioecon√īmicos de Mudan√ßas Clim√°ticas no Brasil
Ricardo Abramovay (FEA-USP)
11h25-11h35 – A FEA e a Economia do Clima
Carlos Roberto Azzoni (FEA-USP)
11h35-11h45 РO IEA e os Estudos de Serviços de Ecossistemas
Vera Lucia Imperatriz Fonseca (IEA)
11h45-11h55 РMonitoramento da Concentração dos Gases de Efeito Estufa na Atmosfera
Paulo Artaxo (IF-USP)
11h55-12h15 – Pol√≠ticas P√ļblicas sobre Mudan√ßa do Clima e Rela√ß√Ķes Internacionais
Jacques Marcovitch (FEA e IRI-USP)

Bom dia ScienceBlogs! – Good morning ScienceBlogs!

Sabe o que é ser parte da maior comunidade de blogs de Ciências do mundo?
N√£o?
Ent√£o seja bem vinda(o)
_____________________________________________________
Do you know what is to be part of the largest blog community of the world?
Don’t you?
So, welcome!

Visita Real e Consumo Consciente

Vou fazer um jab√° gr√°tis. Achei, juro, que passaria ilesa dessa, que me convenceria de que n√£o √© nada disso, de que fui enganada por propagandas. Mas… n√£o foi nada disso. Ent√£o, me rendi, e descreverei o que vi.
Hoje pela manh√£, fui visitar a Ag√™ncia Modelo do Banco Real. Quem me convidou foi a Samantha Shiraishi. Cheguei l√° e fiquei conversando com o arquiteto da obra, Roberto Oranje, que iria nos acompanhar pelo pr√©dio, contando das dificuldades e dos acertos da constru√ß√£o, dos aprendizados com a ag√™ncia modelo, e do uso do pr√©dio como um “laborat√≥rio” para os demais pr√©dios do banco.

Entre tantas coisas, madeira certificada para constru√ß√£o e m√≥veis, luzes apagadas gra√ßas √†s janelas bem projetadas para iluminar com o m√≠nimo de aquecimento do pr√©dio, tinta mineral de silicato de pot√°ssio, carpete de fibras PET, coletores de √°gua de chuva, tratamento de esgoto, ventila√ß√£o do tipo “evaporativa”, onde o ar do exterior passa por uma placa de papel√£o molhado que filtra e resfria o ar, etc, etc, etc.
Entre erros e acertos, entre tentativas menos econ√īmicas e mais econ√īmicas, a ag√™ncia do Banco Real foi a primeira a constru√ß√£o brasileira a ser certificada pelo selo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design¬ģ)¬†Prata e sem d√ļvida nenhuma constitui-se um dos melhores modelos empresariais de arquitetura sustent√°vel que eu conhe√ßo. N√£o sei sobre o banco per se, do atendimento, das taxas, se os clientes est√£o felizes… Mas eu ficaria feliz se meu banco fosse assim.¬†
OK. Chega.
Mas no per√≠odo da tarde, no site do Real Sustentabilidade, H√©lio Mattar, presidente diretor do Instituto Akatu, deu uma entrevista. J√° tinha comentado antes sobre um videochat deste tipo. O mais sensacional √© que o banco consegue trazer convidados espetaculares para o evento. Claro, na minha opini√£o s√≥ consegue isso pois tem credibilidade quanto suas a√ß√Ķes sustent√°veis (desde a constru√ß√£o e reforma de ag√™ncias mais “verdes” at√© a campanha de micro-cr√©dito – com direto a palestra do Dr. Yunus e tudo).¬†
Consumo consciente, Selo Procel, Selo de Produtos Org√Ęnicos, Selo de Transg√™nicos, Selo ISO, Escala Akatu, tudo conversado. As tentativas de mostrar para o consumidor que mais vale um bom atendimento do que ilumina√ß√Ķes exageradas de Natal e excesso de presentes. O trabalho do Instituto em fazer o consumidor se fortalecer e entender que, no mercado, √© ele quem escolhe, quem manda. Tudo discutido em alto e bom som, e um dia desses, espero, disponibilizado.¬†
Enfim. Espero que a incorpora√ß√£o do Banco Real pelo Grupo Santander n√£o acabe com essas iniciativas. S√≥ assim minha pr√≥xima conta de banco vai ser no Real…
UPDATE
Saiba mais em: Educar J√°!
Brontossauros em meu jardim
Flickr
/UPDATE

By Frans Krajcberg


Frans “Vamos cuidar da sa√ļde do Planeta”
Se ontem¬†George Carlin¬†me trouxe uma mensagem de “se os seres humanos n√£o est√£o nem a√≠ pra Terra, a Terra vai ficar bem sem eles”, hoje Frans¬†Krajcberg trouxe mais. Trouxe toda a indigna√ß√£o de um senhor polon√™s que j√° viu de tudo nesta vida. Viu vida e morte quando, lutando pelo ex√©rcito russo durante a Guerra, libertou homens e viu pilhas deles em um campo de concentra√ß√£o h√ļngaro. Viu barb√°rie e absurdo quando, no Alto Amazonas, encontrou seis √≠ndios pendurados em √°rvores sendo devorados por urubus. Viu queimadas na floresta e dela tirou arte.
Arte, esta, que est√° sendo gratuitamente exposta no espa√ßo da Oca, no Ibirapuera, em S√£o Paulo, em comemora√ß√£o aos 60 anos do MAM (at√© 14 de dezembro). Arte, esta, que busca alertar e mostrar para o mundo a falta de consci√™ncia ambiental de seres que se dizem humanos. Arte, que segundo o pr√≥prio Frans, n√£o teve participa√ß√£o pol√≠tica nenhuma no s√©culo XX (apenas comercial) e cita como exce√ß√£o, Guernica, de Picasso, √ļnico quadro a retratar as barb√°ries da Guerra.
Frans é um senhor que expressa idéias melhor do que palavras. As frases, por vezes sem fim, nos fazem viajar pelos olhos cansados de ver tanta destruição ambiental. Frans deixa mais que clara a sua indignação por as pessoas geralmente não se perguntarem o que está acontecendo com o mundo. De não perceberem que algumas coisas que acontecem hoje, não aconteciam antes. Da indiferença.
Frans termina um de seus pensamentos com a seguintes frases 

Toda vez que ouço os cientistas falarem, dá medo

E, a esperança

Deus vai ajudar

Com vocês, deixo parte de uma das esculturas que mais me tomaram na Oca. Rogo para que um dia, Frans deixe de encontrar matéria-prima para sua arte.

Agenda 20 e 21 de novembro

O que: Global Forum America Latina – Call for action S√£o Paulo
Onde:¬†Centro de Conven√ß√Ķes Fecomercio – Rua Dr. Pl√≠nio Barreto, 285 – Bela Vista – S√£o Paulo – SP
Quando: 20 e 21 de novembro, das 9 às 18 horas
Objetivo:¬†“Promover espa√ßos p√ļblicos de reflex√£o compartilhada, onde os participantes definem uma s√©rie de proposi√ß√Ķes e iniciativas orientadas para a√ß√Ķes de mudan√ßa na sociedade”
Programação: Clique aqui
Inscri√ß√Ķes:
R$ 120,00 ‚ÄĘ professores
R$ 60,00 ‚ÄĘ estudantes
Mais informa√ß√Ķes:¬†http://www.globalforum.com.br/index.shtml e (11) 3255.7205

Pegada 6 – Clap, clap, clap!

E a salva de palmas vai para minha amiga Tanilda, que resolveu rodar alguns softwares de internet que consomem a noite toda de energia e banda larga somente uma vez por semana, para economizar energia!
Clap, clap, clap!

Agenda 5 a 7 de novembro

O que: I Encontro Regional de Comunica√ß√£o Ambiental: “M√≠dia, Sustentabilidade e Energia”
Onde: Bauru (SP)
Quando: 5 a 7 de novembro
Objetivo:¬†O tema central ser√° biocombust√≠veis, seus benef√≠cios e preju√≠zos, j√° que a regi√£o centro-oeste¬†do Estado √© grande produtora de etanol, cedendo espa√ßos para plantios de cana-de-a√ß√ļcar, sem contudo discutir o impacto desta monocultura.
Inscri√ß√Ķes: R$ 20,00 at√© o dia 20 de out. R$ 30,00 ap√≥s esta data.
Mais informa√ß√Ķes:¬†http://www.faac.unesp.br/ambiental/index.htm
Muito bom descentralizar essas discuss√Ķes das grandes metr√≥poles! Pena que durante a semana eu trabalho.