Aprenda porque o ovo de chocolate é o símbolo da Páscoa

Chocolate, da mesma forma que o festival pag√£o do natal, representa o consumismo e a artificialidade.

Sem qualquer função social e sem representar qualquer papel no desenvolvimento humano (que não possa ser fácil e rapidamente explicados por outros fatores), o chocolate é uma construção artificial que alguns grupos continuamente tentam pintar como salutar, apesar de não apresentar qualquer benefício (apenas alguns deméritos) para o organismo e para a população.

√Č apenas uma falsa promessa vendida por grupos interessados que lucram diretamente com a venda desencadeada por propagandas ilus√≥rias de algo que d√° prazer imediato mas, se engolido inquestionavelmente, se torna prejudicial a longo prazo. Como os il√≥gicos dogmas religiosos.

A cria√ß√£o de um ovo proveniente de um mam√≠fero n√£o-monotremado representa a ignorante inoc√™ncia crist√£ e o desd√©m religioso em rela√ß√£o √† realidade, do tipo que chama baleia de peixe e morcego de ave em livros sagrados, mesmo estes tendo sido escritos sob uma suposta ‚Äúinspira√ß√£o divina‚ÄĚ.

A idealiza√ß√£o antropom√≥rfica de um coelho senciente que sacrifica os pr√≥prios descendentes distribuindo seus fisiologicamente imposs√≠veis ovos em uma √©poca espec√≠fica demonstra a falta de consist√™ncia interna e a absurdidade a qual s√£o submetidos aqueles que cr√™em. Se a recompensa √© eterna, por que ela aparece em presta√ß√Ķes, uma vez por ano, em forma de fetos achocolatados de pseudo-roedores m√°gicos?

O espaço vazio pelo qual se paga e que deixa o ovo até dez vezes mais caro que a mesma quantidade de chocolate puro representa as falsas promessas da religião e a ilusão de algo grandioso mas que é, no fim das contas, completamente vazio e desprovido de lógica.

Os bombons dentro do ovo existem para criar a ilusão de valor agregado, um custo/benefício inexistente, visto que o conjunto continua a ser, em sua maior parte, ar embalado. Em outras palavras, balela.

A ostens√≠vel embalagem √© designada para atrair, pela cobi√ßa, os mais ing√™nuos (dentre estes, a maioria composta por crian√ßas), que se prendem a uma esperan√ßa irrealiz√°vel de que, aderindo √†quele ritual, estar√£o de alguma forma se engrandecendo ou melhorando de vida, desconsiderando por completo o fato do inv√≥lucro ser o primeiro a ir para a lixeira no fim do dia. Como as falsas amizades de “encontros de casais” e “grupos de jovens”.

H√° ainda aqueles que guardam dito pacote por sua beleza ou por aquilo que representa, exemplificando o tipo de disson√Ęncia cognitiva daqueles que preferem enganar a si mesmos a admitir que est√£o apenas acumulando lixo em suas vidas, por mais brilhoso e colorido que seja.

Ignor√Ęncia dolosa com uma cobertura de benef√≠cios fict√≠cios. Por essas caracter√≠sticas, o ovo de chocolate representa t√£o bem a p√°scoa.

Categorias