Physics News Update nº 790


O Boletim de Notícias da Física do Instituto Americano de Física, número 790, de 30 de agosto de 2006 por Phillip F. Schewe, Ben Stein, e Davide Castelvecchi Physics News Update
SISTEMA SOLAR REDEFINIDO. Tal como na Bíblia, Adão conseguiu o domínio sobre as coisas na Terra, nomeando-as, os cientistas estabelecem um domínio humano parcial sobre o cosmos, nomeando ou classificando todas as coisas animais, vegetais e minerais. Na reunião da União Astronômica Internacional, na semana passada, em Praga, o sistema de nomeação de planetas foi revisado, e nem todos sairam satisfeitos. De agora em diante, declararam eles, existirão oito planetas propriamente ditos e ao menos três (provavelmente muitos mais) planetas-anões. Para ser classificado como um planeta, um objeto deve orbitar o Sol, ser esférico e grande o suficiente para arrebanhar todo o material em sua zona orbital. Como Plutão não atende o terceiro quesito, foi rebaixado a planeta-anão, juntando-se nessa categoria a dois outros objetos, Ceres e Xena (cujo nome oficial ainda é 2003UB).
REVESTIMENTOS SENSORES DE GRANDES ÁREAS E MICROFONES podem possivelmente ser feitos com transistores flexíveis, feitos de uma barata espuma de embalagem de ferroeletreto. Tal como em materiais ferromagnéticos os pequenos dipolos magnéticos se tornam permanentemente polarizados na presença de um campo magnético aplicado, nos materiais ferroelétricos os dipolos elétricos se tornam permanentemente polarizados pela aplicação de um campo elétrico. Ferroeletretos, uma nova classe de materiais eletroativos baseados em baratas espumas de polímeros, são freqüentemente usados como material de embalagem e isolamento térmico. Porém, agora, os físicos na Univesidade Johannes Kepler (em Linz, Áustria) e na Universidade de Princeton (EUA) mostraram que filmes de ferroeletreto podem acumular campos elétricos grandes o suficiente para disparar (comutar) um transistor de efeito de campo (Field Effect Transistor – FET). Desta forma, muitas das coisas para as quais os transistores são adequados, podem ser construídas com o uso de materiais de ferroeletreto, baratos e flexíveis, como blocos de construção. Os pesquisadores já demonstraram no laboratório versões funcionais de sensores ao toque flexíveis e microfones. Ingrid Graz, diz que sua nova forma de dispositivos eletrônicos macios podem ser úteis para produzir teclados com a espessura de uma folha de papel e microfones flexíveis para telefones celulares, dispositivos ativos de controle de ruído, brinquedos, aparelhos para surdez e sistemas de som ambiente (“surround”). (Graz et al., Applied Physics Letters, 14 de agosto de 2006)
ÁGUA METÁLICA, uma forma de água eletrocondutora, pode existir sob condições ideais de temperatura e pressão em planetas gigantes gasosos, como Júpiter, ou em gigantes gelados, como Netuno. O gelo, na Terra, existe em diversas formas – o gelo normal hexagonal (que aparece como gelo cristalino ou em flocos de neve com seis lados), gelo cúbico (que é raro; ele pode se formar como pequenos cristalitos nas altas camadas atmosféricas) e outros tipos que variam de acordo com as condições de pressão. Um novo estudo teórico, feito pelos físicos no Labratório Nacional Sandia, mostra que uma fase condutora de água pode acontecer em uma temperatura de 4.000°K e uma pressão de 100 gigapascals, o que é muito mais provável de ocorrer do que o anteriormente previsto – 7.000°K e 250 GPa, respectivamente – e que, se pensa, pode ocorrer dentro de Júpiter e Netuno (para um desenho dessa água metálica, ver www.aip.org/png ). Além disso, o novo trabalho mostra, inesperadamente, que, em um diagrama pressão-vs-temperatura, a fase condutora da água pode estar logo ao lado do gelo isolante elétrico, também chamado de gelo “superiônico”, já que neste caso os dois átomos de hidrogênio ficam livres para se mover por aí, enquanto os átomos de oxigênio permanecem congelados em seus lugares. De acordo com Thomas Mattsson, um dos pesquisadores do Sandia, um dos objetivos de seu estudo de água de alta densidade energética (com densidades maiores do que duas vezes a densidade usual de 1g/cm³) é compreender o ambiente fluido de curta duração, em alta temperatura e alta pressão, existente na Máquina Z Sandia, o dispositivo onde uma enome carga elétrica (armazenada em bancos de capacitores imersos em óleo) é enviada, de uma só vez, através de fios, produzindo uma enorme emissão de raios-X suaves (ver http://www.aip.org/pnu/2004/split/702-1.html). (Mattsson and Desjarlais, Physical Review Letters, 7 de julho de 2006)
***********
PHYSICS NEWS UPDATE é um resumo de notícias sobre física que aparecem em convenções de física, publicações de física e outras fontes de notícias. É fornecida de graça, como um meio de disseminar informações acerca da física e dos físicos. Por isso, sinta-se à vontade para publicá-la, se quiser, onde outros possam ler, desde que conceda o crédito ao AIP (American Institute of Physics = Instituto Americano de Física). O boletim Physics News Update é publicado, mais ou menos, uma vez por semana.
**************
Como divulgado no numero anterior, este boletim é traduzido por um curioso, com um domínio apenas razoável de inglês e menos ainda de física. Correções são bem-vindas.

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM