Novos Blogs sobre Etologia no Brasil

Gansos me biquem! Devo estar sonhando… Mas felizmente não estou!! É com enorme satisfação que saúdo e apresento os mais novos blogs sobre Etologia que acabam de adentrar na Blogosfera científica. São eles o ETOLOGIA NO BRASIL criado em 29 de dezembro do ano passado e o Mais sobre Etologia criado exatamente hoje. Eu por ser sócio da SBEt fico particularmente feliz e orgulhoso com a iniciativa.

Trata-se de uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Etologia (SBEt), que está com a página repaginada, tudo para ampliar a difusão dos temas e enfoques etológicos no Brasil. “O blogue é uma espécie de jornal (quase) diário da SBEt, onde serão veiculados assuntos bastante diversos sobre etologia no Brasil e no Mundo. Artigos interessantes, curiosidades, temas polêmicos e dicas serão veiculadas no blogue. Resultados de pesquisas, teses, dissertações e monografias defendidas (ou a serem defendidas) serão anunciadas no blogue. Eventos, reuniões, cursos, congressos (locais, regionais, etc) serão veiculados sempre que necessário.”

Para seguir os feeds dos blog o endereço é

http://etologiabrasil.blogspot.com/feeds/posts/default para o ETOLOGIA NO BRASIL e http://maisetologia.blogspot.com/feeds/posts/default para o Mais sobre Etologia

Eles também aceitam contribuições: “qualquer assunto, fotos, gráficos, informações as mais diversas relacionadas à etologia serão bem-vindas.” É só entrar em contato pelos blogues.

Essa é uma ótima iniciativa, pois além de dar um maior gás para integrar pesquisadores da biologia do comportamento animal, “o blogue não se destina somente aos sócios; é uma mídia para todos os públicos que queiram saber alguma coisa sobre etologia.” E isso é muito bom, pois muitos etólogos gostam e acham importante a comunicação científica, mas diversas decepções com jornalistas acabam tolhendo suas iniciativas, daí a importância dos blogues, para não existir intermadiários entre o pesquisador e o plúblico.

Esse Ano de Darwin será particularmente importante para a biologia do comportamento, pois teremos dois grandes congressos científicos: no primeiro semestre teremos o 46º Animal Behavior Meeting que ocorrerá entre os dias 22 a 26 de junho e contará com palestra de Sir Richard Dawkins.

E no segundo semestre teremos o XXVII Encontro Anual de Etologia que será na cidade de Bonito em novembro, com promessas de participações internacionais com participantes convidados da América Latina e grandes homenagens a Charles Darwin. Então vamos ficar ligados na notícias e eventos sobre Etologia e comemorarmos juntos o Ano de Darwin, o primeiro grande etólogo.

Palestra Internacional sobre Darwin e o Problema dos Insetos Operários

Amanhã dia 19/02 às 10 horas da manhã o Instituto de Estudos Avançados da USP promoverá uma palestra com o Professor Francis Ratnieks da Universidade inglesa de Sussex. Chefe do recém lançado Laboratório de Apicultura e Insetos Sociais Universidade de Sussex o Professor Francis Ratnieks conduz elegantes experimentos com colaboração em diferentes países, inclusive o Brasil, sobre vários aspectos do comportamento de abelhas e formigas principalmente. Suas publicações pedem ser acessadas aqui no site do seu laboratório.
Durante essa semana ele está ministrando uma disciplina de pós-graduação no Instituto de Biociências da USP chamada: Tópicos Especiais em Ecologia: Comportamento Animal. Ela está bem legal e recheada de exemplo atuais de seus trabalhos. Sua palestra será sobre as dificuldades especiais que Darwin enfrentou ao tentar explicar o comportamento casto das operárias de insetos sociais.“Darwin’s Special Difficulty: Worker Insects”, além de ser uma palestra gratuita será transmitida online ao vivo pela página da mideateca do IEA. Lá no arquivo da mideateca vocês encontrarão muitas outras palestras dos mais variados temas para assistir quando quiserem.Não perca mais essa oportunidade evolutiva para celebrar o legado do nosso aniversariante do ano, Charles Darwin.

MARCO EVOLUTIVO no ScienceBlogs Brasil

Depois de pensarmos grande no grande Dia de Darwin em nosso grande Ano de Darwin eu tenho uma grande notícia para dar. Nos próximos dias os blogs do Lablogatórios serão nada mais nada menos que ScienceBlogs Brasil. É isso mesmo, a mais importante e influente união de blogs de Ciência está se expandindo pelo mundo e depois do ScineceBlogs Alemão seremos os representantes brasileiros.
Portanto, todos estamos orgulhosos e ansiosos com a mudança. O MARCO EVOLUTIVO ainda está em fase de transição, mas em breve estará melhor do que nunca. Seu novo endereço será http://scienceblogs.com.br/_br/marcoevolutivo/
Nos veremos muito aqui no ScienceBlogs Brasil!!! Bem-vindos ao novo MARCO EVOLUTIVO!!

Mudança coletiva para o ScienceBlogs Brasil

Depois de pensarmos grande no grande Dia de Darwin em nosso grande Ano de Darwin eu tenho uma grande notícia para dar. Nos próximos dias os blogs do Lablogatórios serão nada mais nada menos que ScienceBlogs Brasil. É isso mesmo, a mais importante e influente união de blogs de Ciência está se expandindo pelo mundo e depois do ScineceBlogs Alemão seremos os representantes brasileiros.
Portanto, todos estamos orgulhosos e ansiosos com a mudança. O MARCO EVOLUTIVO ainda está em fase de transição, mas em breve estará melhor do que nunca. Seu novo endereço será http://scienceblogs.com.br/_br/marcoevolutivo/
Nos vemos no ScienceBlogs Brasil!!!

Pense Grande Nesse Grande Dia de Darwin

Finalmente sobrevivemos até o tão esperado Bicentenário Darwin Day! Conseguimos trazer nossos genes para esse momento tão impar da história do conhecimento. Hoje, dia 12 de fevereiro, celebramos globalmente a Ciência e a Razão. Celebramos mundialmente a vida, as descobertas, a obra e o legado de Charles Darwin. No mundo todo, estão previstos mais de 300 eventos em 31 paises para o Darwin Day de 2009.
No dia 12 de fevereiro, exatamente dez anos antes de Darwin nascer morria Lazzaro Spallanzani, padre e biólogo italiano que fez experimentos mostrando a impossibilidade da geração espontânea. Ele mostrou que os microorganismos movem-se pelo ar e podem ser eliminados por fervura, antes de Pasteur. Assim como Paster pôde ver mais longe por estar no ombros de gigantes do passado, Darwin também se apoiou nos ombros de gigantes como Buffon, Lyell, Henslow, Paley e Lamarck. E Lamarck esse ano comemora 200 anos de seu livro Philosophie Zoologique, mas só é lembrado como o cara todo errado. Veja sua verdadeira idéia errada e a diferença entre seu mecanismo proposto e o de Darwin.

Hoje temos por certo que não somos o centro de nada, nem do universo nem da vida. Não somos em nada divinos, nem dependemos de nenhuma força sobrenatural para sermos como somos. Somos parentes de todos os seres vivos inclusive daqueles que não acreditam nisso. Somos o produto de um processo que não é nem intencional nem aleatório, é o meio termo entre ambos, como um sem-querer-querendo que gera criaturas sem criador. Somos projetados, mas não fomos projetados por algo mais inteligente e superior e sim por um processo cego e mecânico de seleção natural. Hoje somos totalmente livres do pensamento místico para explicar nossas origens ou qualquer outro fato da natureza.
 title=E por isso o dia de 12 de fevereiro depois de uma votação em São Paulo foi considerado o Dia do Orgulho Ateu. E hoje estamos na primeira edição do Dia do Orgulho Ateu. Assim como Darwin conseguiu conviver e até ser casado com pessoa religiosa nós também conseguimos. E assim como ele abandonou sua fé após a morte de sua filha Annie em 1851 nós também podemos abandoná-la sem prejuízos para nossa vida moral, existência em vida nem para nossa inexistência em morte.

No Brasil ao contrário do resto do mundo dedicamos um ano inteiro a Darwin. E o Brasil, o maior pais católico do mundo, é o único que idealizou para 2009 o Ano da Biologia posteriormente transformado em Ano de Darwin, o único pais que, além de celebrar a Ciência e o Humanismo, também celebra o Ateismo hoje. Entretanto, até agora apenas 13 eventos comemorativos estão cadastrados no site do Ano de Darwin para 2009 no Brasil. Por que isso? Onde estão os tantos centro acadêmicos de Biologia do Brasil? Onde estão os professores de Ciências e Biologia? Onde está o Conselho Regional de Biologia e as sociedades científicas? Precisamos nos unir e promover muitos eventos e celebrações de uma data tão importante e mostrar que se uma teoria foi capaz de unir temas tão diversos é capaz de unir as pessoas que se interessam por eles.

Pelo menos a mídia parece mais antenada. São programas especiais sobre nosso aniversariante na Globo News, na National Geographic, entre outros. São capas inteiras dedicadas a Darwin como na Veja, na Scientific American Brasil, Netional Geographic, além de matérias como na Revista Época entre outras. Infelizmente a mídia, em sua ânsia por sensacionalismo, quase sempre apresenta a notícia do bicentenário em forma de controvérsia, debate, conflito e disputa entre cientistas e religiosos, quando não julgam os “erros” de Darwin em sua época segundo os parâmetros atuais, anacronicamente.

Temos que perceber que essa polêmica entre religião e ciência é assunto pra século XIX e XX. A verdadeira provocação de Darwin que vale apena ser levantada no século XXI é a de que invertebrados tem sentimentos, preferências, senso estético, em suma: eles pensam! Então a questão perigosa e desafiadora não é sobre a não existência de vida subjetiva após a morte e sim a existência de vida subjetiva nos invertebrados vivos!!! Então se você ficou grilado com essa notícia o grilos não ficariam. Pense nisso.

Ainda sobre o dia 12 de fevereiro, Darwin e Lincoln, além de terem nascido no mesmo dia, tinha na luta contra a escravidão uma marca própria. Darwin de família liberal anti escravocrata quase teve que voltar nadando pra Inglaterra depois de uma briga com FritzRoy sobre o modo como eram tratados os escravos no Brasil. E Lincoln graças a emancipação dos escravos americanos foi citado no famoso discurso de Martin Luther king. Mas ainda hoje existem muitos escravos no Brasil e no mundo. O que faremos?

Primeiro os escravos depois as mulheres. No dia 12 de fevereiro de 1870 as mulheres em Utah recebem o direito de voto, sendo este um dos primeiros estados ou territórios a conceder este direito às mulheres. Mas ainda hoje muitas mulheres são discriminadas e ganham menos pelo mesmo trabalho durante o mesmo período do que homens. O que faremos?

Então 200 anos parecem muito, mas o legado de Darwin está só começando. Temos muito a fazer seja para promover a Ciência promovendo e convocando celebrações, seja para expandir o senso comum, bem como a mídia ainda muito presa no desmame do pensamento místico, e sejam para concretizar de fato as conquistas de iqualdade de direitos e respeito dos direitos humens, ao mesmo tempo pensando em expandir esse direitos universais primeiro aos grandes primatas, nosso parentes mais próximos.

Aproveite que o ano de 2009 terá um segundo a mais devido a ajustes entre o relógio atómico e a rotação da Terra e aproveite esse Dia de Darwin até o último segundo e use seu segundo extra para deixá-lo maior. Nesse grande final de Dia de Darwin faça como ele: não tenha medo de pensar grande e, claro, cedo ou tarde divulge seus pensamentos!!!

Obs: Até o dia 24 de novembro tem tempo suficiente para promover muitos eventos sesquicentenários!!

A Véspera do Dia de Darwin


Hoje, dia 11 de Fevereiro, é nada mais nada menos do que a véspera mais importante do século XXI até agora!! Mais importante do que a véspera de natal, mais importante do que a véspera do ano novo e se pensarmos bem mais importante até do que a véspera do milênio! (Já que contamos os anos por uma mera convenção religiosa). Isso mesmo, estamos na véspera do Bicentenário de Darwin, o homem que mudou para sempre o modo como nos vemos junto aos seres vivos.

Coincidentemente no dia 11 de fevereiro de 1650 marca o falecimento do filósofo francês René Descartes, simplesmente o homem que influenciou as bases filosóficas da Ciência com sua contribuição ao método cientifico. E no 11 de fevereiro de 1917 falecia Oswaldo Cruz o grande cientista e médico brasileiro pioneiro na medicina experimental das moléstias tropicais. Ambos contribuindo para diferentes Revoluções Científicas, assim como nosso aniversariante de amanhã.

Tanto Darwin quanto Descartes aos 22 anos tomaram decisões que mudaram suas vidas. Enquanto o primeiro embarcou a bordo do HMS Beagle e foi estudar a vida em sua fonte natural, o segundo se alistou no exército para viajar por toda a Europa e cansado das verdades dos livros e de seus professores foi ler do livro da vida. Além disso, Descartes escreveu “Penso, logo existo” e Darwin escreveu “Eu penso” e desenhou a célebre primeira árvore filogenética.
E na véspera do Darwin Day bicentenário o presente evolutivo dessa vez vem em forma de áudio. A rádio da BBC 4 está com uma página cheia de áudios e vídeos especialmente voltados para as comemorações Darwinistas Bi e Sesquicentenárias. São pelo menos 21 possibilidades de programas muito interessantes. Vale a pena gastar um tempinho ouvindo esses programas muitos deles com biógrafos e cientistas famosos bem como tátara tátara tátara netos de Darwin, como a escritora e poeta Ruth Padel.
Nessa véspera do dia 12 de Fevereiro também é tempo de relembrarmos a importância de Wallace, nos melhores momentos dos 150 da seleção natural no ano passado, teoria que esse ano faz uma centena e uma boa idéia, e que boa idéia foi essa. Wallace é co-autor e também foi um forte defensor da seleção natural, além disso, foi ele o primeiro a cunhar o termo Darwinismo para homenagear a primazia de Darwin na descoberta do mecanismo da evolução. Em homenagem a ambos abaixo estão dois vídeos comemorativos dos 150 da seleção natural. Estamos na espera dos 150 da publicação do Origem das Espécies.
Espero que a ansiedade da véspera nos deixe dormir em paz na espera pelo dia do bom velhinho, amanhã.

Darwin no 3º Colegial

Hoje estamos exatamente a 2 dias do tão esperado 12 de fevereiro duzentas vezes mais evolutivo do que nunca e dessa vez o presente para os 200 anos de Darwin vem em forma de vídeo. Não vídeos de celebridades discorrendo em inglês sobre as vicissitudes do darwinismo na atualidade. Dessa vez veremos a visão de brasileiros. Não de eminentes pesquisadores catedráticos como veremos no final de semana no Museu de Zoologia da Usp, mas, e não menos importantes, os autores são alunos do 3º Colegial da Escola Estadual Oswaldo Aranha. E os vídeos são recentes, datam de novembro de 2008 no youtube.

Pelo que eu pude perceber pelo youtube foi uma iniciativa conjunta da disciplina de Português e de Biologia para que os alunos fizessem um trabalho em forma de apresentação de slides musicada sobre as aplicações práticas cotidianas de Darwin, “o rebelde” com mais causa do que muito adolocente. Os vídeos abordam a teoria do ancestral comum, seleção natural e artificial, além de evolução cultural e tecnológica.

Achei muito interessante o conteúdo dos vídeos, fora alguns poucos deslizes conceituais, eles estão bem encadeados e produzidos. As músicas ficaram muito boas! Foi uma proposta didática muito legal e um exemplo a ser seguido por outras escolas. Tão interessante quanto o trabalho em si foi o fato dos alunos terem colocado o vídeo final no youtube para quem quiser acessar. Esse simples ato aumentou dramaticamente o alcance dos trabalhos e, por conseguinte, sua importância na educação não-formal.

Osvaldo Aranha, eminente diplomata brasileiro, ficaria orgulhoso desse aspecto internacional dado a um trabalho escolar.

Um dos motivos que me motivaram a fazer um blog foi que percebi que ao longo de todo nosso ensino formal nos matamos pra fazer vários trabalhos, que depois de corrigidos ficam ainda melhores, simplesmente para acabarem engavetados no esquecimento. Se fizéssemos trabalhos para serem publicados na net, as motivações do fazer seriam melhores. Poderíamos sentir que estamos fazendo a diferença pra alguém em todo momento no mundo todo.

Parabenizo a Escola Estadual Oswaldo Aranha, os professores, bem como os alunos: Beatriz Duarte Ressurreição, Fernando Leonel, Michel Lopes e Rayane Costa, autores do vídeo “Charles Darwin e a teoria do Ancestral Comum”; Aline Targino, Jessíca Cristine, Phillipe David e Rodrigo Nicolau autores do vídeo “Aplicações empíricas de Darwin na prática_3°A”; e Aline Santos, Danielle Voss Rolando, Leon Souza de Oliveira e Lorean Ribeiro de Oliveira aoutores do vídeo “APLICAÇÕES EMPÍRICAS – DARWIN NA PRÁTICA”; e Ellen, Francine, Maysa e Tamara autoras do vídeo “Aplicações empiricas de darwin na prática”.

Comforme eu for achando assistindo mais vídeos dessa turminha nota 10 eu vou postando aqui no MARCO EVOLUTIVO. Os vídeos abaixo são respectivamente os supracitados. E que todos tenham uma ótima semana de Darwin.

Semana de Darwin no Museu de Zoologia da USP

<!–[if !mso]> <! st1\:*{behavior:url(#ieooui) } –>

Estamos a três dias do Dia de Darwin, 12 de Fevereiro, e a programação do Museu de Zoologia da USP está imperdível. Além do lançamento do livro “Charles Darwin Em Um Futuro Não Tão Distante”, Maria Isabel Landim & Cristiano Moreira (Orgs.), ela está repleta de vídeos, palestras e oficinas e jogos para as crianças.

Esse 2009, por ser o Ano de Darwin, a programação gratuita se estenderá do dia 10, amanhã, até o dia 15 domingo. Confira.

Dos dia 10 ao dia 13 a partir das 14:30 serão exibidos todos os filmes da série Evolução, a incrível jornada da vida da Scientific America Brasil, aquela feita pela PBS que saiu em 4 DVDs que comentei aqui no MARCO EVOLUTIVO em setembro de 2008. É uma ótima séria, vale a pena mesmo! E no dia 12 será o filme sobre A Perigosa Idéia de Darwin!! Imperdível!

No sábado, dia 14 a programação será de palestras:

10:30h – palestra – Maria Isabel Landim (MZUSP)

“Duzentos anos de Charles Darwin: de onde viemos e aonde queremos chegar”

14:00 – palestra – Nelio Bizzo (FEUSP)

“Duas críticas que mudaram o livro de Darwin”

15:30 – palestra – Diogo Meyer (IBUSP)

“Revisitando grandes temas darwinianos”

No domingo, dia 15 a programação será de vídeo e de mesa redonda:

10:30h – Uma expedição do MZUSP nas Ilhas Galápagos; filme, fotos e bate-papo.

Coordena̤̣o РHussam Zaher

14:00h – A contemporaneidade da Teoria Evolutiva

Participantes:

Dr. Mário César Cardoso de Pinna, zoólogo, Vice-Diretor do Museu de Zoologia da USP.

Dr. Cesar Ades, psicólogo evolucionista, Diretor do Instituto de Estudos Avançados da USP.

РDr. Marcos Fenandes Gon̤alves da Silva, Coordenador do Centro de Estudos dos Processos de Deciṣo da FGV/EESP.

РDr. Ricardo Ribeiro Gudwin, Unicamp, engenheiro el̩trico, Faculdade de Engenharia El̩trica e de Computa̤̣o, Departamento de Engenharia da Computa̤̣o e Automa̤̣o Industrial.

E para a criançada a programação será intensa durante o sábado e o domingo 14/02 e 15/02 com atividades no espaço expositivo promovidas pelo Serviço Educativo do MZUSP das 10:00h às 17:00h (intervalo das12:00h e 14:00h), incluso:

Oficina de desenho

Oficina de toque (manipulação de animais originais preservados e réplicas).

Jogos sobre biodiversidade

Apenas no domingo 15/02 terá:

Oficina de Origami – Animais dos Sonhos de Darwin – com Diogo Melo e Vinícius M.

Monção

Através da prática do origami a oficina promove um bate papo sobre a vida e as idéias de Darwin, enquanto são feitas dobraduras de diversos animais que estiveram presentes na vida e nos sonhos deste famoso naturalista. São trabalhadas as formas de animais extintos como Dinossauros (saurópodes), Mamíferos (megafauna pleistocêncica) e Invertebrados (trilobitas), além de tartarugas, pássaros, besouros e borboletas.

Não percam essa oportunidade Bicentenária!!

Local: auditório do Museu de Zoologia da USP.

Av. Nazaré, 481. Ipiranga. Tel 20 65-8100.

Livro Nacional sobre Darwinismo

Bem amigos do Darwinismo, começamos hoje a contagem regressiva de uma semana para o Dia de Darwin com uma boa notícia para os brasileiros: O lançamento de um livro sobre Charles Darwin e a evolução escrito e organizado por pesquisadores nacionais!!

Fora termos dado um Ano inteiro só para o Darwin, coisa que o pessoal nos outros países dá apenas alguns dias ou semanas, esse livro é um dos melhores presentes de aniversário que poderíamos dar para o bicentenário do nosso bom velhinho.
Intitulado Charles Darwin: Em Um Futuro Não Tão Distante, e organizado pela Dra. Maria Isabel Landim e pelo Dr. Cristiano Rangel Moreira o livro é uma iniciativa do Instituto Sangari e trás diferentes pontos de vista sobre as contribuições de Darwin e sobre o alcance da Evolução que transcendem as barreiras acadêmicas.
O livro conta com as contribuições de pesquisadores renomados tanto nacionais, como: Dr. Armando Bittencourt; Dr. César Ades; Dr. Nélio Bizzo; Dr. Mário de Pinna; Sérgio Besserman Vianna; Dr. Sérgio Pena e a Dra. Suzana Herculano-Housel; quanto internacionais, como Niles Eldrege.
Como Darwin veio para o Rio de Janeiro o livro será lançado primeiro lá no dia de seu aniversário, 12 de Fevereiro, e posteriormente será lançado aqui em São Paulo, no dia 17. Ambos os lançamentos estão inclusos nas programações do Dia de Darwin lá no Rio na Livraria da Travessa no Shopping Leblon e em Sampa no Museu de Zoologia da USP. Preparam-se para as festividades.