Estilete encontrado dentro de brinquedo

Não era um boneco do Fofão, nem uma boneca da Xuxa. Nem era um boneco. Mas realmente veio com um estilete dentro, colocado lá por um culto satânico um funcionário chinês que deixou cair sua sofisticada ferramenta de trabalho. Como vinte anos fazem a diferença: de adoradores do diabo a chineses mal pagos… é a sessão nostalgia.

Provada a existência de Jesus


Além da pérola, notem a jóia rara de duvidar que uma pessoa tenha tido tataravô. Talvez o bisneto de Jesus?
E se a idéia de fotos de Jesus parecer ridícula, saibam que há várias alegações de que fotos autênticas de Jesus chegaram ao nosso tempo. Fotografias, de verdade. Uma delas vem do contatado italiano Eugenio Siragusa. As fotos, claro, foram tomadas por extraterrestres, que entregaram uma cópia a ele. Siragusa ainda tem seus seguidores.
Outra destas histórias é ainda mais bizarra. É o “chronovisor” do padre Ernetti, uma engenhoca capaz de fotografar o passado e o futuro. Você pode conferir a foto de Jesus aqui. Claro, posteriormente descobriu-se que era a foto de uma escultura de Jesus adornando o Santuario dell’Amore Misericordioso, na mesma Itália. Mas muitos preferem acreditar que na verdade a invenção do padre foi suprimida pelo Vaticano, e deve estar guardada junto com a arca da aliança recuperada por Indiana Jones.
“Biianca”, você não está só. E o Orkut, afinal, não é o único lugar onde podemos encontrar pérolas. [via GPO]
ATUALIZAÇÃO: A fotografia dos apóstolos exibida por Siragusa é em verdade uma pintura de 1898.

Todo Mundo em P̢nico РParte 2


Pentes Robóticos Sionistas Derretedores de Pênis“. Lembre-se desta frase. A história ocorreu em 2003 no Sudão, maior país da África, quando o pânico varreu a capital, Cartum. Rumores surgiram de que gringos satânicos estavam fazendo os pênis dos sudaneses desaparecerem com um simples aperto de mão. O membro encolhia até entrar dentro do corpo, e a morte seria apenas questão de tempo. E você que se preocupava com coisas como AIDS.
Como Mark Stein conta, um dos casos foi noticiado no jornal árabe de Londres, Al-Quds Al-Arabi. “A vítima, um comerciante de tecidos, disse que um homem da África Ocidental veio à sua loja e apertou sua mão com muita força até que seu pênis se dissolvesse dentro de seu corpo. Ele ficou histérico e foi internado num hospital. O Procurador Geral Criminal, Yasser Ahmad Muhammad relatou ao jornal sudanês Al-Rai Al-A’am que o rumor surgiu quando o comerciante foi a uma outra loja para comprar Karkady (uma bebida sudanesa). Subitamente, o vendedor sentiu seu pênis sumindo“.
Stein continua: “O insubstituível Middle East Media Research Institute, em sua exaustiva cobertura, verificou que os pênis de Cartum eram vulneráveis não somente a apertos de mão. Outra vítima, que se recusou a se identificar, disse que quando estava no mercado, um homem se aproximou dele, deu-lhe um pente, e pediu que ele penteasse o cabelo. Segundos depois de fazê-lo, ele sentiu uma estranha sensação e percebeu que tinha perdido seu pênis“.
Continue lendo: Todo Mundo em Pânico – Parte 2

Teorias de Quentin Tarantino

Todos os principais filmes de Tarantino são um só épico. Do curta “Tarantino’s Mind“.

Brinquedo de papel

[via QL]

Allah Akbar

Feliz Newtal!

Newtal
Natal significa nascimento. Há muito se comemora o solstício de inverno, data a partir do qual os dias ficam cada vez mais longos, marcando assim o renascimento anual do próprio Sol. E foi o próprio imperador romano Júlio César que definiu a comemoração do solstício na data que nos é familiar, 25 de dezembro. César declarou este dia o “Nascimento do Sol Inconquistável”, que em latim deve soar familiar: “Dies Natalis Invicti Solis”.
Ao longo dos próximos quatrocentos anos, Jesus teria nascido, morrido e ressuscitado, segundo os primeiros cristãos acreditavam e comemoravam. Mas indiferente a isto, as pessoas continuaram a celebrar o solstício de inverno. Quando os cristãos decidiram comemorar o nascimento de Jesus, já não havia registro confiável a respeito da data de seu nascimento. Hoje se estima que Jesus teria nascido em torno do ano 7 AC (“antes de Cristo”), em uma primavera. Foi apenas no século IV que o papa Júlio I definiu a data de comemoração do nascimento de Jesus como a velha conhecida celebração do solstício de inverno, em 25 de dezembro. Nascia o Natal católico.
Mas, indiferente a estes eventos, e indiferente mesmo ao solstício, que ocorre atualmente entre os dias 20 e 23 de dezembro, e que neste hemisfério sul é o solstício de verão – a partir do qual os dias ficarão mais curtos – há algo que sabemos que ocorreu exatamente em um 25 de dezembro. Foi o nascimento de um homem que não contou com uma estrela de Belém, mas que permitiria que pudéssemos compreender os movimentos das próprias estrelas. Em 25 de dezembro de 1642, de acordo com o calendário Juliano usado então em Woolsthorpe na Inglaterra, nascia Isaac Newton.
Da mente deste homem surgiria a lei da gravitação, as leis do movimento, o cálculo, o teorema binomial, o telescópio de reflexão, o espectro da luz. Nenhum outro ser humano contribuiu mais para o entendimento do mundo que nos rodeia que Isaac Newton. Isso é mais do que motivo para comemorar seu nascimento no Natal.
Se você não é indiferente a isto, para esta celebração decore árvores de Natal com maçãs, em alusão à anedota de Newton sob a macieira. Se algum cristão reclamar, lembre-o de que em Jeremias 10:2-5 ficamos sabendo que enfeitar árvores é “vaidade pagã e inútil“. Enfeitar árvores é realmente um costume mais antigo que o cristianismo, e simboliza a própria vida. Decore a sua árvore com maçãs, e celebre também o conhecimento.
25 de dezembro! Nasceu Newton!
– – –
O Newtal também é celebrado pelo mundo como o Newtonmas!

CeticismoAberto.com atualizado 21.12.2007

CIÊNCIA
Os 20 experimentos mais bizarros da história
Vasculhei arquivos científicos buscando pelos mais bizarros experimentos de todos os tempos — o tipo que o faz pensar “como alguém pode conceber fazer uma coisa assim?”.
UFOLOGIA
ETs nada fotogênicos
Não deveria ser surpresa que quando o investigador David Jacobs pediu que seis de seus abduzidos regulares gravassem a si mesmos todas as noites, ele se descobriu trapaceado pelos ETs todas as vezes.
Os OVNIs de Sabão
Foi em 1963 que ocorreu um dos casos ufológicos mais curiosos, insólitos e graciosos que se deram no México. Milhares de cogumelos de mais de um metro de diâmetro caíram nas imediações do aeroporto da Cidade do México.
PARANORMAL
As Crianças Índigo e Cristal
Elas são na verdade de outro sistema estelar, descendentes de genes que sofreram uma mutação, manipulados por extraterrestres há um bazilhão de anos.
CETICISMO
A Triste História de Jeff
Ocorreu-me que escrevendo, eu estaria fazendo a este sujeito um favor mais do que os entusiastas OVNI que acreditam que seu conto tem aspectos verdadeiramente sobrenaturais.

Concurso de não-paradoxos


Scott Aaronson lista diversos não-paradoxos e pede por mais. Veja alguns exemplos abaixo, e em inglês, confira os comentários da página, o resultado é humor nerd concentrado:

Não-paradoxo de Banach-Tarski: Se você cortar uma laranja em cinco pedaços com uma faca comum, e então juntá-los novamente, o resultado terá exatamente o mesmo volume que a laranja original.
Não-paradoxo de Hempel: Se você observar vários corvos e descobrir que são todos pretos, isto aumentará as chances de que declare “Todos os corvos são pretos”.
Não-paradoxo de Russell: “O conjunto de todos os conjuntos que contém a si mesmos como membro, pode ou não conter a si mesmo como membro (de qualquer maneira é coerente)”.
Não-paradoxo do hotel de Hilbert: se um número finito de hóspedes aparecer em um hotel infinito, eles podem ser acomodados.
Não-paradoxo dos gêmeos: duas pessoas nascidas no mesmo dia irão, muitos anos depois, ter a mesma idade.
Não-paradoxo de Zenão: Somar um número finito de frações dará um resultado finito.
Não-paradoxo de Epimênides: “Um cretano mente, “Todos os Cretanos são mentirosos””.
Não-paradoxo do barbeiro: Um barbeiro que barbeia todos que barbeiam ele mesmo.
Penso, logo penso que existo.

Relógio de sol digital


Não, não é um relógio solar digital, com células solares e telas de cristal líquido, o que não é de longe tão curioso. O relógio acima não possui componentes eletrônicos ou mecânicos, e exibe as horas em números apenas com a luz do sol. Impossível?
A idéia surgiu no fim dos anos 80, e em 1991 foi divulgada como um desafio em uma edição da revista Scientific American. Poucos anos depois, em 1994, três alemães patentearam o modelo que você vê acima. Confira a patente, disponível online. O sistema é simples e engenhoso.
Os raios solares, nas diferentes horas do dia, incidem a ângulos diferentes, que é o que gera a sombra móvel dos gnômons comuns. No relógio de sol digital, pequenas diferenças no ângulo do raio solar iluminam diferentes frestras gravadas com grande precisão no vidro. Nossa visão faz o resto, e enxerga geralmente um número mais claramente que o outro, embora este relógio “digital” realmente acabe exibindo números mesclados — as fotos de exibição foram presumivelmente tomadas em momentos em que os números apareciam mais claramente.
A tecnologia para criar um relógio assim já existia pelo menos desde o século 19, e embora com menos precisão, um relógio de sol “digital” capaz de exibir pelo menos as horas do dia em seu mostrador poderia ter sido criado muito antes. Mas ainda que haja inúmeras obras antigas com alinhamentos celestes de grande precisão, não há nada como esse relógio patenteado no ano da graça de 1994. É por isso que histórias como a do chocalho mecanoluminescente levantam dúvidas — não é que não sejam possíveis, é apenas algo extraordinário.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM