Amar é…

Colocar sua esposa para demonstrar um vidro à prova de balas. Na frente do rosto. Gostou? Então não pode perder “Gizmo!” (1977), um filme compilando filmagens históricas de bizarrices do início do século na América.

SimCity!

simcity321ghj
[pixdaus via Emerson Alecrim]

Faça seus cientistas de papel

mini

Einstein, Sagan e Darwin em papercraft. É só imprimir, recortar e colar para ter estes ícones científicos materializados sobre sua mesa. E em criações de nosso Labrother do Rainha Vermelha!

“Vivendo de luz”: um animal que faz fotossíntese?

 kleptoplasty43qhj

É o assunto de sonhos relacionados a um certo personagem de Krypton que usa a cueca por cima da calça: um animal capaz de captar energia diretamente do sol. No mundo natural, a habilidade não garante superpoderes, mas é um feito em si mesmo, bem real através da cleptoplastia.

O nome que parece de quadrinhos se relaciona com o radical grego que também dá nome aos cleptomaníacos, aqueles com compulsão por roubar. Isto porque a cleptoplastia é um fenômeno simbiótico pelo qual alguns animais se alimentam de algas, digerindo-as completamente mas conservando seus plastídeos, que continuam realizando fotossíntese por dias a meses. Simbiótico sim… mas também poderia ser chamado de roubo de cloroplastos. O animal adquire a capacidade de “viver de luz” roubando os plastídeos das algas.

Uma lesma-do-mar da espécie Elysia chlorotica, por exemplo, pode se alimentar de algas por duas semanas e sobreviver então o resto de sua vida – de um ano – sem se alimentar. Parece uma vida boa?

Infelizmente, não há almoço gratuito, mesmo se você fizer fotossíntese. Não é mera coincidência que a lesma-do-mar E. chlorotica se pareça com uma folha – porque a imagem no topo do post é do molusco, não de uma folha. Provavelmente uma adaptação, evolução convergente para que haja maior área para captar luz solar.

E as adaptações não páram aí. Não basta apenas roubar cloroplastos para sair fotossintetizando adoidado – o processo envolve diversas proteínas, e os genes necessários para codificá-las são, sem surpresa, naturais de plantas. Mas a complexidade da peripécia da lesma acaba de ser desvendada mais um pouco.

Uma equipe liderada por Mary Rumpho da Universidade do Maine publicou um estudo indicando que a lesma verde também “roubou” o gene das algas que come. Em uma Lamarckiana “transferência horizontal”, de alguma forma, em algum ponto de sua evolução, os genes pularam das plantas para os moluscos, permitindo que os cloroplastos realizem finalmente fotossíntese. Lamarck daria um sorriso, ainda que tal transgenia seja extremamente rara.

Agora, satisfazendo a dúvida que todos devem ter, a New Scientist também perguntou se algo similar poderia algum dia ser reproduzido em humanos. A resposta? Improvável. “Nosso trato digestivo apenas tritura tudo – cloroplastos e o DNA”, respondeu Rumpho.

Uma curiosidade é que o estudo foi editado por Lynn Margulis, bióloga notória por suas idéias sobre a origem de organismos eucariotos em nosso planeta. Não é tanto surpresa porque essa espécie de oba-oba com organelas, genes e organismos roubando, ou melhor, cooperando de maneira simbiótica é exatamente o que Margulis propôs em 1966.

A idéia de que a célula eucariótica, repleta de estruturas especializadas e complexas surgiu da união de células procariotas primitivas pode parecer óbvia hoje, mas seu trabalho original foi “rejeitado por quinze periódicos científicos”.

A propósito, Margulis foi também a primeira esposa de um certo sujeito chamado Carl Sagan. [via io9]

– New Scientist: Solar-powered sea slug harnesses stolen plant genes
– Proceedings of the National Academy of Sciences: DOI: 10.1073/pnas.0804968105

“Eu vim em paz”

chimp1q

Uma máquina a vapor em três minutos

Vídeo mostrando o passo a passo da construção de um motor a vapor extremamente simples e engenhoso, criado com um tubo de cobre e uma vela tealight (um maçarico talvez seja necessário se você tiver apenas um tubo de latão, que precisará ser aquecido, o que torna o projeto um pouco mais complicado).

O princípio pelo qual esse motor a vapor funciona é igual ao do “barco pop-pop”. Mas de construção um pouco mais simples, e com uma vela girando na água produzindo efeitos de luzes, parece um projeto ainda mais interessante.

Esta máquina a vapor também é idêntica em seu movimento à reação à primeira máquina a vapor registrada: a eolípila de Herão, de quase 2.000 anos atrás. [via neatorama]

Atualização: Não tem uma vela tealight? Uma latinha serve. Clique para instruções em português, no Imperdível.

A Horrível Mulher Aberração (Mutante?) – O Retorno

karolina-kurkova-belly-buttondsaf

Ela é loira. É do leste europeu. É uma supermodelo, eleita a mulher mais sexy do mundo pelo canal E!. Ela é Karolina Kurková.

E ela não tem umbigo. Não é um desastre Photoshop: Kurkova realmente não possui nenhuma reentrância na barriga. Incrivelmente, Photoshop costuma ser usado para adicionar um umbigo virtual na modelo em fotos. Ao natural, não há nada.

Ao contrário da monstruosidade chamada Gemma Arterton, a imperfeição de Kurkova não seria propriamente genética, mas uma má-formação. Médicos sugerem que a modelo tcheca pode ter sofrido de hérnia umbilical, e o que restou após uma cirurgia corretiva foi essa ausência de umbigo. Assessores da modelo já admitiram que o umbigo ausente foi resultado de uma cirurgia a que ela foi submetida ainda bebê.

São, enfim, questões de grande relevância para o mundo, como a dialética sobre o umbigo de Adão.

E já que estamos falando de criaturas repulsivas como Kurková e Arterton, também vale atentar para esta outra deformação:

megan_fox_freakish_thumbfdsa

Clique para ver de quem é esse polegar estranho.

A sério, enxergamos perfeição e literalmente supermodelos de beleza nessas mulheres fabulosamente lindas, e é curioso descobrir que várias delas possuem algumas imperfeições significativas. E ainda mais interessante notar que algumas delas foram corrigidas ou atenuadas graças aos avanços da medicina.

Gemma Arterton ainda seria bonita com doze dedos e uma orelha enrugada, assim como Kurková não seria nenhuma aberração ainda que tivesse um umbigo bem saliente. Mas, por Hipócrates, que a Medicina seja Louvada.

Role para baixo…

spacebaby31jkl

Adorável. Simbólico também, se você parar para contemplar a imagem. Que possamos lançar nossos descendentes para explorar os confins do Cosmo. E eles se divirtam.

Se você contemplar a imagem, contudo, também pode notar que o bebê está sem fralda, cueca, nada. Não sei o que isso simbolizaria.

Há algum tempo, o sempre excelente xkcd publicou uma tira similar, e mais acurada, com uma escala logarítmica.

Marcha Imperial

Por nenhum motivo aparente, a marcha imperial tocada pela Beloit Janesville Symphony Orchestra em fevereiro de 2007. Algo me diz que a Marcha Imperial ainda será lembrada séculos depois que as últimas cópias de Star Wars forem perdidas. [via RicBit]

A Horrível Mulher Aberração-Mutante

gemma-arterton-bond-girl43

A Bond Girl do novo filme A Quantum of Solace, Gemma Arterton, é uma mutante: nasceu com polidactilia, mais precisamente, com seis dedos em cada mão. Não apenas isto, esta aberração da natureza revelou que a condição é bem comum em sua família.

“Meu pai os tem, assim como meu avô”. Arterton também contou seus planos malignos de dominação mundial: “Sinto que estamos um passo à frente”.

A sério, seus dedos extras eram da forma mais comum, apêndices macios sem osso ao lado do dedo mindinho. Ainda bebê, os médicos os ataram e com o tempo eles caíram sozinhos, deixando somente pequenas cicatrizes.

A polidactilia da Agente Fields de 007 vem sendo comentada na mídia, e suas declarações são bem saudadas por médicos. “É minha pequena coisa estranha, de que sou mesmo orgulhosa. Torna-me diferente”.

Curiosamente, ela também teria nascido com orelhas enrugadas que foram corrigidas com mais cirurgia. “Eu nasci com um monte de deformidades”, disse.

Arrã. [via Zapato]

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM