Greatest Hits: Mitosis y Meiosis

‚ÄúV√≠deos did√°ticos para ensino e aprendizagem de biologia mediante tecnologias de informa√ß√£o‚ÄĚ, oferecidos pelo professor Tomas Perez da Venezuela.

Não esqueça também da meiose!

‚ÄúAi, ai, aaaaai, la mitosis‚Ķ!‚ÄĚ

Bella Gaia: Imers√£o no Ponto Azul

‚Äú‚ÄėBella Gaia‚Äô √© uma jornada audiovisual por um ‚ÄėAtlas Vivo‚Äô de nosso mundo, expressando a profunda beleza em movimento do planeta Terra como visto pelos olhos dos astronautas. De queimadas na bacia do Amazonas a imagens de longa dura√ß√£o do derretimento do gelo no √°rtico, a vis√£o de Bella Gaia √© unir o poder da arte, tecnologia, ci√™ncia espacial e visualiza√ß√Ķes cient√≠ficas reais de dados com o objetivo comum de aumentar o conhecimento e aprecia√ß√£o de nosso planeta natal‚ÄĚ.

O diretor e compositor Kenji Williams vem apresentando o show desde o ano passado pela Europa, EUA e Japão. A amostra de pouco mais de cinco minutos acima dá apenas uma vaga idéia do que deve ser a experiência completa: 45 minutos projetados em gigantescos cinemas imersivos.

Se você ficou, como eu, ansioso por mais, muito mais, a plataforma utilizada por Williams para gerar as belas imagens é o Uniview, que oferece esta galeria de imagens e mesmo papéis de parede para seu desktop:

Hindu-Kush-Uniview_100nexos 

Ainda mais? Fique com este vídeo em que James May, do programa de TV Top Gear, voa até os limites da atmosfera em um avião espião U2. Esta não é uma simulação:

Estes v√≠deos e imagens ca√≠ram hoje em meu Reader e Twitter, oferecendo uma perspectiva que √† primeira vista pode contrastar com o texto anterior sobre o P√°lido Pixel Azul. N√£o h√° contradi√ß√£o: toda esta complexidade, toda esta escala insanamente fant√°stica de detalhes √© ainda assim ‚Äúapenas‚ÄĚ um pixel. N√£o significa que este pixel seja um ponto insignificante, e sim que as min√ļcias deste ponto, das quais somos uma, s√£o uma fra√ß√£o √≠nfima de um palco incomensuravelmente maior.

Ou, em outras palavras, wow. Simplesmente, wow. [via infosthetics, Fl√°vio Gomes via Lazzeri]

Um pixel, da Terra à Lua, ao infinito e além

mooncloud

Um peda√ßo de rocha de pouco mais de 1.700 km de tamanho, a 400.000 km de dist√Ęncia da Terra. S√£o n√ļmeros muito grandes, de dif√≠cil compreens√£o, mas √© a nossa Lua. Saber que √© a nossa Lua, contudo, n√£o deve ajudar muito a capturar suas dimens√Ķes e dist√Ęncias, at√© porque nossos sentidos nos enganam. Tente representar com a m√£o, ou mesmo os bra√ßos, o tamanho com que a Lua aparece no c√©u, por exemplo. Fez o c√≠rculo? Muito provavelmente representou algo muito maior do que enxerga.

Pois o tamanho angular da lua no c√©u √© de apenas meio grau. Para ter uma id√©ia do que isto representa, estenda o bra√ßo √† sua frente e levante seu polegar: sua largura deve ter de um a dois graus. Isto √©, a largura de seu ded√£o pode cobrir a Lua, de 1.700 km de tamanho, at√© quatro vezes. √Č qu√£o pequena a Lua realmente surge no c√©u. Levante-se e v√° conferir! Praticamente todos n√≥s tendemos a estimar o tamanho da Lua no c√©u como muito, muito maior do que isso (√†s vezes at√© usando os bra√ßos!) devido √† ilus√£o da Lua. √Č por isso que a Lua sempre aparece ‚Äút√£o pequena‚ÄĚ quando a fotografamos, a c√Ęmera n√£o mente, nossa percep√ß√£o sim.

Felizmente, já há milhares de anos observamos o céu, há alguns séculos passamos a compreender os mecanismos celestes, e há quatro décadas, representantes de nossa espécie, a não mais do que seis graus de separação de você ou eu, pisaram na Lua. Lá já não era mais possível cobrir todo o satélite com o polegar. A menos, é claro, que o polegar ficasse imediatamente à frente dos olhos. Mas então não se enxergaria nada.

H√° muitas formas de expressar como esta conquista foi fant√°stica, mas j√° que falamos de tamanho, continue lendo para a imagem que √© a inspira√ß√£o para este post, e ir ao infinito ‚Äď e al√©m.

Continue lendo…

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Pol√≠tica de Privacidade | Termos e Condi√ß√Ķes | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


P√°ginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM