Mão de borracha revela ligação mente-corpo

maosborrachsa3hkj

Na já clássica ilusão da mão de borracha, um brinquedo pode ser percebido como parte do próprio corpo através de um simples truque – confira o vídeo. E agora pesquisadores da Universidade de Oxford descobriram que a ilusão também age no sentido inverso: a mão, de verdade, que o brinquedo de borracha substitui na ilusão acaba tendo sua temperatura levemente diminuída.

O achado confirma a hipótese delineada pelos autores de que a regulação de temperatura do corpo pode ser manipulada ao alterar psicologicamente o senso próprio dos sujeitos. Vítimas de esquizofrenia, por exemplo, podem acabar baixando sua temperatura corporal em até um grau.

O pequeno espiritualista que existe em todos nós, inculcado pela cultura popular, talvez veja tal experimento com “explicações” como a de que o “espírito saindo” da mão faria com que ela ficasse “menos viva”. Mas essas são quando muito apenas metáforas que pretendem explicar o fenômeno sem realmente adicionar conhecimento verdadeiro.

A rigor, o que ficou demonstrado aqui é que a mente sim se relaciona com o corpo, o que em si mesmo não só é mais do que razoável, como já foi demonstrado de inúmeras outras formas.

Vale lembrar que, para empolgação dos “materialistas”, a ilusão da mão de borracha foi averiguada inicialmente com o auxílio de varreduras da massa cinzenta.

Uma pesquisa recente também demonstrou que o efeito é tão intenso e real que uma ameaça à mão falsa se reflete em uma reação automática do cérebro, como se o brinquedo de fato pertencesse à pessoa.

Reação detectada no cérebro, claro.

Imagino como este efeito da ilusão da mão de borracha se manifesta na variação com o corpo inteiro.

Referências:

  1. Psychologically induced cooling of a specific body part caused by the illusory ownership of an artificial counterpart [PNAS]
  2. Threatening a rubber hand that you feel is yours elicits a cortical anxiety response [PNAS]

Discussão - 1 comentário

  1. massacritica disse:

    Lembrei de um documentário(?) em que monges conseguiam controlar a temperatura corporal mesmo com um ambiente muito frio. No vídeo eles apareciam envoltos em toalhas molhadas. Não sei até que ponto era exagero da produção ou um real controle da temperatura corporal.
    Outra notícia que não consegui localizar era que amputados conseguiam se adaptar melhor com proteses se nessas eram aplicadas algumas batidas e vibrações. Aposto que com isso o cérebro aprender a considerar a prótese novamente como uma ´parte´ do corpo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM