Machos preferem rosa

“Um estudo da Universidade de Newcastle descobriu que mulheres naturalmente têm preferência por tons avermelhados. Em um artigo na revista especializada Current Biology os especialistas afirmam que esta preferência pode ter ajudado as mulheres na escolha de frutas mais maduras ou parceiros mais saudáveis”, noticiou o Correio Braziliense. Não foi uma grande sensação midiática aqui no Brasil, embora a Veja tenha publicado algo a respeito. Mais no Tecnocientista.
No exterior a empolgação com o curioso estudo foi maior, mas como Ben Goldacre do site Bad Science notou, o estudo em si descobriu que a preferência não é consistente em culturas diferentes, exatamente o oposto do que ele especula e foi disseminado pela mídia. Isto é, influências culturais são sim mais importantes e a psicologia evolutiva desempenha um papel pequeno, se é que desempenha algum papel, em nossas preferências de roupinhas para bebê.
Mas o mais interessante, e a melhor demonstração da falha do estudo, é como Goldacre lembra:

Antigamente, quando as damas tinham um periódico doméstico, em 1918 o Ladies Home Journal escreveu: “Há uma grande diversidade de opiniões no assunto, mas a regra geralmente aceita é a de rosa para o menino e azul para a menina. A razão é que o rosa é uma cor mais decidida e forte, sendo mais apropriada ao garoto; enquanto azul, sendo mais delicado e sensível, é mais bonito para a garota“. O Sunday Sentinel em 1914 disse às mães americanas: “Se você gosta da nota de cor nas roupinhas de bebê, use rosa para o menino e azul para a menina, se você seguir as convenções”. Algumas fontes sugerem que não foi até os anos 1940 que as associações modernas de gênero de rosa feminino se tornaram universalmente aceitas. Rosa talvez não seja, assim, biologicamente feminino. Garotos criados em roupinhas rosas trabalharam em minhas e lutaram na Segunda Guerra. Convenções de uso de roupas de fato mudam ao longo do tempo”.

Se você estiver incerto, coloque uma roupinha com todas as cores do arco-íris em seus filhos. Ou não? 🙂
[via Apothecary’s Drawer Weblog]

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM