Ficção científica

Ficção científica e Astronomia.

http://www.scivee.tv/flash/embedPlayer.swf

Cachorro

Imagem – daqui

Faça a legenda

Como sempre, à sexta, é tempo de legendar a imagem.

Imagem: daqui

Cavalos – China


Inscrições em bronze da dinastia Tang (618-907).

Inscrições em bronze da dinastia Zhou/Chou ocidental (séc. X A.C.-771 A.C.)

“Here we see that the legs and the body have been reduced to conventionalized lines, but the eye has grown to truly enormous proportions. It is obvious that the scribes of the Western Zhou had finally done for the horse what they had already done centuries
earlier for the goat/sheep and the bovine, namely, they had taken one part (the eye in the case of the horse, the horns in the case of the sheep/goat and cattle) to stand as the most salient identifying characteristic of the animal.”

Referência:
“The Horse in Late Prehistoric China.” In Prehistoric Steppe Adaptation and the Horse, edited by Marsha Levine, Colin Renfrew, and Katie Boyle, pp 163-187. Cambridge: McDonald Institute.
Imagens:
da referência – págs. 175 e 176

Gatos

Imagem – daqui

Faça a legenda

Imagem – daqui

Paleo Natal

Actores do passado regressam à ribalta:

Austroraptor cabazai, dinossáurio carnívoro, 70 milhões de anos de idade, Argentina

Referências:
Novas, F.E., Pol, D., Canale, J.I., Porfiri, J.D., and Calvo, J.O. (2008). “A bizarre Cretaceous theropod dinosaur from Patagonia and the evolution of Gondwanan dromaeosaurids.” Proceedings of the Royal Society B, doi:10.1098/rspb.2008.1554
Imagens:
contorno e material recolhido de Austroraptor cabazai; posicionamento filogenético de Austroraptor cabazai.
Imagens retiradas do artigo.

Gerrothorax pulcherrimus (Fraas, 1913), temnospondilo, 210 milhões de anos de idade, Gronelândia.

Referências:
Fraas, E. (1913): Neue Labyrinthodonten aus der Schwäbischen Trias. – Palaeontogr., 60: 275-294, 5 Abb., 7 Taf.; Stuttgart.
Imagem:
material fóssil e reconstituição – Reuters.

Para onde foi a vida?

” A bala cristalizou os anos de cólera acumulados. Não há reivindicações concretas. O que queremos é a nossa vida de volta.”
Katerina Ionnaninou, jovem manifestante grega, Público, 16 de Dezembro
(actualização 18/12/2008)

Para onde foi a vida?

Para o Youtube, para a fila de subsídio de desemprego,
para onde foi a vida?,
para o apocalíptico aquecimento global, para o dinheiro contaminado, para onde foi a vida?,
para o sonho da América do Sul, para o corpo tatuado de recibos verdes,
para onde foi a vida?,
para o petróleo, para as cores diferentes que julgamos que nos invadem,
para onde foi a vida?,
para a sanidade obrigatória, para a batata frita em ketchup,
para onde foi a vida?,
para o directo atrasado 5 minutos, para a poupança no papel escolar,
para onde foi a vida?,
para a míngua de pensamento…
Para onde foi a vida?
Foi.

Estranhos tempos estes onde são os jovens a quererem a sua vida de volta.

Imagem – daqui

Faça a legenda

Legende a figura – respostas nos comentários.
Eu começo.

“Entrada para mais uma reunião do Ministério da Educação com sindicatos.”

Imagem – daqui

Teus olhos castanhos*

“Teus olhos castanhos
de encantos tamanhos
são pecados meus,
são estrelas fulgentes,
brilhant
es, luzentes,
caídas dos céus,
Teus olhos risonhos
são mundos, são sonhos,
são a minha cruz,
teus olhos castanhos
de encantos tamanhos
são raios de luz.

Olhos azuis são ciúme
e nada valem para mim,
Olhos negros são queixume
de uma tristeza sem fim,
olhos verdes são traição
são cruéis como punhais,

olhos bons com coração
os
teus, castanhos leais.”

Vem este poema a propósito do último número da revista “Evolution: Education and Outreach”, exclusivamente dedicada aos processos evolutivos e de desenvolvimento do olho.

Alguns dos papers:
355-357. Casting an Eye on Complexity by Niles Eldredge

358-389. The Evolution of Complex Organs by T. Ryan Gregory

403-414. A Genetic Perspective on Eye Evolution: Gene Sharing, Convergence and Parallelism by Joram Piatigorsky


415-426. The Origin of the Vertebrate Eye by Trevor D.
Lamb, Edward N. Pugh, Jr., and Shaun P. Collin

427-438. Early Evolution of the Vertebrate Eye-Fossil Evidence by Gavin C.
Young

448-462. Evolution of Insect Eyes: Tales of Ancient Heritage,
Deconstruction, Reconstruction, Remodeling, and Recycling by Elke Buschbeck and Markus Friedrich

476-486. The Causes and Consequences of Color Vision by Ellen J. Gerl and
Molly R. Morris

487-492. The Evolution of Extraordinary Eyes: The Cases of Flatfishes and
Stalk-eyed Flies by Carl Zimmer

493-497. Suboptimal Optics: Vision Problems as Scars of Evolutionary History by Steven Novella

Referências
Evolution: Education and Outreach, Volume 1 Issue 4
The evolution of eyes

Obrigado pela chamada de atenção ao Hugo Gante

Imagens daqui, daqui, daqui e daqui

* – título de canção de Francisco José
Adenda: letra e música de Alves Coelho – informação de JFelipe

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM