Ban Zhao 班昭

O mais novo verbete do Blog Mulheres na Filosofia é sobre Ban Zhao, uma pensadora da dinastia Han que recebeu uma educação dentro do cânone confucionista e estudou os tratados clássicos chineses. Ela ganhou destaque na corte imperial como estudiosa dos clássicos confucionistas e se tornou amplamente respeitada por seus conhecimentos.

Como nos mostra André Bueno nesse verbete escrito exclusivamente para o Blog, a principal obra escrita por Ban Zhao foi Lições para Mulheres (Nujie 女誡), livro no qual ela reflete sobre o comportamento feminino dentro do casamento e no interior da vida em sociedade. Além de reflexões a respeito do comportamento feminino, o livro traz também orientações a respeito do comportamento das mulheres. Ele foi o primeiro trabalho escrito especificamente sobre esse tema na China antiga e, como nos mostra Bueno, “surgia como um instrumento específico, dedicado às mulheres”. E é claro que uma obra de tanta importância gerou controvérsias quanto a sua interpretação. Ao longo do verbete, o autor nos mostra perspectivas diferentes de interpretação da obra de Ban Zhao, aquelas feitas ao longo da história chinesa e também as mais recentes.

Ficou curiosa para saber mais sobre o pensamento de Ban Zhao? Então leia nosso verbete aqui e acesse a entrevista aqui.

André Bueno é professor adjunto na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. Tem experiência na área de História e Filosofia, com ênfase em Sinologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Pensamento chinês, Confucionismo, História e Filosofia antiga, diálogos e interações culturais Oriente-Ocidente, e Ensino de História.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content