Avulsas…

Desde o retomar das pernas em baleias – aqui e por mim abordado aqui e aqui, at√© √†s primeiras pegadas de Velociraptor (?) na Europa, √© o poss√≠vel nesta altura do “campeonato”…

Imagem Рpinguim-de-Magalhães, Luís Azevedo Rodrigues, província de Chubut, patagónia argentina, 2004.

Choque tecnológico

Imagem РLuís Azevedo Rodrigues, Universidad de Girona

FOTOS DE TRABALHO

Mus√©um national d’Histoire naturelle, Paris, 2005.

Imagens РLuis Azevedo Rodrigues

FOTOS DE TRABALHO

Neuquensaurus australis e humanos
Museo de Historia Natural de La Plata, Argentina, 2005.

(auto)Imagem РLuís Azevedo Rodrigues

BIOCOMBUST√ćVEL

Imagem РLisboa, carro de florista junto ao MNHN, Luís Azevedo Rodrigues

ESCALAS

Por vezes √© necess√°rio um terceiro elemento para dar escala aos restantes…

Imagem РLuís Azevedo Rodrigues

GRAVIDEZ VEGETAL

(gravidez vezes dois, em fundo e em primeiro plano)
Palo borracho Рárvore do género Chorisia (agora Ceiba speciosa).

Escultura de autor desconhecido.

Imagem РLuís Azevedo Rodrigues, Córdoba, Argentina, 2006.

FOTOS DE TRABALHO


Lufeng, China, 2006

Na Patagónia РVI (continua)

Hoje escavei com Rafael Cocca, do Museo de Zapala e Marina Alegria, do Museo Carmen Funes. √Č a √ļnica mulher preparadora num ambiente quase exclusivamente masculino e foi ela que preparou os embri√Ķes de saur√≥podes descobertos em Auca Mahuida (informalmente chamada a partir da√≠ Auca Mahuevo). Desenvolveu uma rela√ß√£o t√£o forte, ao longo das centenas de horas de trabalho, com os seus pequenos s√°urios que inclusivamente os baptizou – Filipe, Pepe, etc. Baixa e de uma energia inesgot√°vel fala dos seus pequenos “beb√©s” com um carinho enorme, como se fossem os seus animais de estima√ß√£o. Apercebo-me que aqueles animais desaparecidos, pelo prazer e curiosidade cient√≠fica aliados a uma imensa sensibilidade, podem ser “ressuscitados”.
Enquanto proced√≠amos √† prospec√ß√£o e escava√ß√£o de alguns f√≥sseis, contaram-me um pouco da hist√≥ria desta regi√£o e da funda√ß√£o de Plaza Huincul. No final do s√©c. XIX esta era uma √°rea que se encontrava sob forte coloniza√ß√£o. Inicialmente eram estabelecidos fortes militares que serviam de guarda-avan√ßada aos colonos que posteriormente se instalavam. A pr√©via insta√ß√£o militar justifica-se pela exist√™ncia de ind√≠genas Mapuche. Carmen Funes era uma mulher que acompanhava algumas dessas expedi√ß√Ķes de conquista do territ√≥rio patag√≥nico. Numa delas decidiu estabelecer-se aqui e come√ßar uma vida tendo casado com um dos militares.
O casal estabeleceu uma hospedaria e, diz a lenda, que o seu marido foi morto pelos Mapuche numa das constantes refregas.
No início do séc. XX, e devido ao desenvolvimento da extracção petrolífera, Plaza Huincul ter-se-à desenvolvido só adquirindo o carácter de Município nos anos 60 após ter expirado a concessão, pela companhia petrolífera YPF, da exploração das terras onde a cidade crescia.

(Continua)

Na Patagónia РV (continua)

N√£o houve um √ļnico dia que n√£o tivesse acordado gelado. A amplitude t√©rmica varia entre os 28¬ļ-30¬ļ C durante o dia e os cerca de -8¬ļC √† noite. Estas varia√ß√Ķes contribuem igualmente para o car√°cter in√≥spito da regi√£o e para aumentar o cansa√ßo da expedi√ß√£o.
Rodolfo Coria incitava o grupo dizendo que hoje lhe parecia um dia prometedor – para n√≥s portugueses esta campanha j√° havia superado as expectativas. O referencial √© completamente distinto entre os dois lados do atl√Ęntico – deixarmos no campo alguns f√≥sseis em Portugal seria um pecado paleontol√≥gico.
N√£o sei se foi o sexto sentido paleontol√≥gico ou uma informa√ß√£o de campanha anterior o certo √© que neste dia Coria “trouxe” √† luz do dia tr√™s dentes de ter√≥pode (dinoss√°urio carn√≠voro) e uma mand√≠bula de crocodilo.

Nesta √°rea (a cerca de 100 km de Plaza Huincul) foram encontrados diversos ovos de saur√≥podes e os primeiros com embri√Ķes preservados, alguns deles com fragmentos de pele preservada. A primeira vez que os vi e estudei n√£o pude deixar de me sentir arrepiado com o grau de preserva√ß√£o dos tecidos – pareciam que tinham acabado de ser postos e a qualquer momento iriam eclodir!
Com todas estas descobertas compreende-se o grau cada vez maior de exig√™ncia nas descobertas para que mantenham estes investigadores com √Ęnimo.
Ao fim da tarde e animados com as descobertas do dia permitimo-nos parar no topo do Cerro e admirar a vista deslumbrante que tínhamos a nossos pés. Quilómetros e quilómetros de planície de vegetação rasteira, apenas sulcados com caminhos rectilíneos abertos pelos trabalhadores das companhias petrolíferas.
(Continua)