Forças da natureza

Já falei aqui e aqui sobre o aquecimento global e as mudanças climáticas. Apesar de adorar citações, eu procuro reduzir ao mínimo textos originais de outras pessoas. Mas não resisti à colocar esse samba, que é uma ilustração do que eu venho dizendo nos textos. Somos muito pequenos!

Usei ele há algum tempo atrás como questão de prova de ecologia e hoje, revirando alguns papéis, me deparei com ele de novo.

Pra vocês verem que não precisa ser cientista pra saber que as forças da natureza são mais fortes que nós. Mas precisa ser artista pra transformar isso em música!

As forças da Natureza (Paulo César Pinheiro e João Nogueira)

“Quando o sol
Se derramar em toda a sua essência
Desafiando o poder da ciência
Pra combater o mal

E o mar
Com suas águas bravias
Levar consigo o pó dos nossos dias
Vai ser um bom sinal

Os palácios vão desabar

Sob a força de um temporal
E os ventos vão sufocar
O barulho infernal

Os homens vão se rebelar

Dessa farsa descomunal
Vai voltar tudo ao seu lugar
Afinal

Vai resplandecer

Uma chuva de prata do céu vai descer, lá, lá, iá
O esplendor da mata vai renascer
E o ar de novo vai ser natural

Vai florir

Cada grande cidade o mato vai cobrir, ô, ô
Das ruínas um novo povo vai surgir
E vai cantar afinal

As pragas e as ervas daninhas

As armas e os homens de mal
Vão desaparecer nas cinzas de um carnaval.”

Diário de um Biólogo – 6a feira 29/06/07

Tudo está atrasado!

Cheguei atrasado na aula de sax e por isso sai atrasado e cheguei atrasado no Fundão. Quando comecei a tentar colocar em ordem minha vida acadêmica (o que significa corrigir todas as provas que tenho pra corrigir, despachar todos os pareceres que tenho pra despachar, escrever pelo menos uma linha nos artigos que tenho que escrever, etc) fui chamado pra assistir uma tese. Como os aeroportos estão em situação caótica, uma das pessoas da banca demorou e a tese atrasou. Voltei pro lab e não dava pra fazer mais nada. Então, como ninguém é de ferro, voltei pra comemoração da tese pra tomar uma cervejinha. Voltei pra casa mas cheguei atrasado na locadora.

Quando tudo parecia perdido, a Cris me fala que tem uma festa, num estúdio no Cosme Velho. Uns amigos dela, músicos, fazem essa festa de 6 em 6 meses. Se reúnem pra tocar pros amigos. Bom, entre eles está o guitarrista do Biquini Cavadão e o baixista da Fernanda Abreu. Ela hesitou por que caras não gostam que levem homem, mas eu fui duplamente cara de pau. Fui com a desculpa de ser músico também e ainda toquei meu sax tenor totalmente amador. Foi minha primeira incursão com profissionais. Foi tudo gravado e assim que eu tiver acesso ao filminho coloco aqui.

Obviamente não pude levar minha mãe na rodoviária as 7 da manhã do dia seguinte. Mas mãe entende!

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM